Home > Dicas

Como baixar vídeos do YouTube com Firefox ou Safari

Navegadores permitem fazer o download dos arquivos; veja outros apps que até convertem o vídeo para o iPhone

Macworld/EUA

04/01/2012 às 11h55

Foto:

Se você passa muito tempo na web sabe que grande parte do conteúdo é feita de vídeos - do YouTube, Vimeo e outros sites de notícias e entretenimento. Há tanto conteúdo que fica difícil assistir a tudo quando se está à frente do computador. Por causa disso, há várias maneiras de capturar seus vídeos favoritos para assistir em dispositivos móveis ou quando uma conexão à Internet não está disponível. 

Capturar um vídeo pode ser um processo com um ou muitos passos, dependendo de como o conteúdo é incorporado ou protegido. Por exemplo, é muito fácil baixar conteúdo em MPEG-4 e executar o vídeo no Mac ou em dispositivos iOS porque esse é o formato nativo suportado nesses equipamentos. Mas muitos sites oferecem vídeos codificados em Flash (flv), o que torna necessária a conversão para assisti-los em aparelhos iOS. 

Baixando com um navegador
Se você estiver usando o Safari, não há um comando óbvio para capturar o streaming de vídeos do YouTube. No entanto isso pode ser feito com ferramentas integradas do browser, que permitem baixar vídeos em Flash.

Por exemplo, vá em um vídeo do YouTube que você deseja capturar e comece a carregá-lo. Pressione Command+Option+A para abrir a janela de Atividade do Safari. Nesse espaço, observe que há o nome do vídeo que está sendo exibido com o nome YouTube ao lado; na lista de links abaixo, procure por um item com alguns megabytes e que pareça estar caregando e dê um clique duplo, segurando a tecla Option, para fazer com que o arquivo flv seja salvo no Mac. 

Como já falamos, ele pode ser convertido depois, já que, infelizmente, não há como baixar arquivos MPEG-4 no Safari. Para esse tipo de arquivo, há o Firefox ou outras ferramentas de terceiros. 

E por falar no navegador da Mozilla, os usuários possuem uma opção muito melhor nele graças a uma extensão gratuita chamada DownloadHelper. Uma vez instalada, surge um ícone do add-on na barra de endereço no topo na janela do browser, ou na barra de status na base  da janela.

Comece a executar o vídeo, clique no ícone e serão exibidas algumas listagens do vídeo - caso seja do YouTube (a extensão suporta downloads de muitos sites diferentes), há opções em formato Flash e outras em MPEG-4.

Selecione uma das versões (em qualidade normal ou alta) e o vídeo será baixado no Mac, pronto para ser executado no QuickTime, iTunes ou outro player de sua escolha. 

 

YTS_downloadhelper01.jpg
Escolha o formato e a resolução do vídeo direto do Firefox

 

Caso ele esteja em formato MPEG-4, não há com que se preocupar: basta baixar e tocar. No entanto, caso seja em formato Flash, é preciso convertê-lo para que seja tocado no iTunes e dispositivos iOS.

O DownloadHelper até dá conta do recado, mas é preciso instalar bibliotecas FFMpeg ou Mencoder, além de dominar alguns comandos do Terminal. Se você for um usuário básico e quer poupar dores de cabeça, há ferramentas de terceiros que fazem esse trabalho todo. 

Ferramentas extras
Uma das opções gratuitas é o Video Monkey. Depois de baixar um vídeo a partir dos métodos descritos acima, arraste o arquivo para a janela da aplicação e escolha o formato ou aparelho no qual ele será exibido.

Há uma barra que controla a qualidade (e, por isso, o tamanho do arquivo) e os filmes convertidos podem ser adicionados automaticamente à biblioteca do iTunes quando o processo termina. 

 

YTS_videomonkey01.jpg

Video Monkey: converta vídeos para diversos tipos de aparelhos em gastar 

O Smart Converter, da Shedworx (outra opção gratuita e disponível na Mac App Store) é outra alternativa. A aplicação também é capaz de converter vídeos em FLV e arquivos de áudio com a mesma facilidade: arraste o documento para a janela da ferramenta, escolha uma pré-definição (como iPad, iPhone, Apple TV e por aí vai) e clique em Convert. A versão gratuita, entretanto, não suporta processamento em lote, mas isso pode ser feito ao comprar a licença Pro, que sai por 10 dólares. 

Mesmo que 15 dólares não sejam necessariamente "de graça", não é nenhuma fortuna. Se você não quer esquentar a cabeça com nada e prefere capturar e converter de uma vez só, veja o Videobox, da TastyApps. Basicamente, arraste a URL do vídeo que deseja baixar para a janela da aplicação, fazendo com que surja uma janela que inclui os conteúdos da página na qual o vídeo está postado.

Clique no ícone Download e escolha como deseja salvar o arquivo - iPad, iPod Classic, iMove, iPhone, Mac são algumas das pré-definições disponíveis - e vá em Save (antes disso, há também um botão Show Settings, caso o usuário deseje ajustar o vídeo de acordo com suas preferências). Depois disso, é só esperar o Videobox terminar todo o trabalho.

YTS_videobox01.jpg

O Videobox faz todo o trabalho para você, desde baixar até converter o vídeo

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail