Home > Dicas

Como conectar seu iPad à rede da empresa com segurança

Utilizar uma VPN em ambiente corporativo ajuda a proteger os dados da companhia de acessos indevidos; processo no tablet da Apple não é complicado

Macworld / EUA

03/05/2011 às 16h21

Foto:

Há várias maneiras de proteger seu iPad e seus dados contra ataques maliciosos, e uma delas é de interesse específico de usuários corporativos: a rede privada virtual (VPN).

Em seu modo padrão, sem nenhum programa adicional, o iPad suporta três tipos de VPNs: L2TP (Layer 2 Tunneling Protocol), PPTP (Point-To-Point Tunneling Protocol) e Cisco IPSec (Internet Protocol Security). Todos eles fazem a mesma coisa, mas de maneiras diferentes. O tipo de VPN que você configura em seu iPad depende inteiramente da tecnologia que está estabelecida na rede em que você se conecta.

O tablet da Apple também possui suporte para as chamadas VPNs SSL, que utilizam os mesmos protocolos  usados pelos sites quando eles querem proteger a conexão para que você possa enviar dados sensíveis, sem se preocupar com outra pessoa mexendo nesses dados. O iPad suporta VPNs SSL da Juniper, Cisco e F5, apesar de você precisar baixar clientes deles na App Store. Também é possível criar sua própria configuração de VPN SSL, se assim desejar.

Configure
Como não é possível neste espaço fornecer detalhes de todas as configurações possíveis de uma VPN, vamos explicar como configurar uma usando o Cisco IPSec, que é relativamente comum. Para qualquer outro tipo, siga os procedimentos gerais.

Comece indo em Ajustes, Redes e toque em VPN. Selecione Adicionar Configurações de VPN e então IPSec.  Será preciso preencher uma tela de configuração com os detalhes a seguir:

- Servidor (o endereço de IP ou nome DNS do roteador VPN)
- Conta (também conhecida como nome de usuário)
- Senha
- Um certificado (que será fornecido para o seu iPad pelo administrador da VPN) ou (em um campo abaixo) um segredo (uma espécie de segunda senha que fornece outra camada de autenticação; ao contrário da sua senha, o Segredo não é específico para o usuário).
- Nome de Grupo/Group Name (usado para designar privilégios de acesso apropriados para diferentes tipos de usuários; por exemplo, seu grupo de TI provavelmente possui diferentes tipos de acesso comparado ao setor de Vendas).

Antes de ter o trabalho de digitar tudo isso manualmente, verifique com seu departamento de TI. Eles podem estar habilitados a usar o Utilitário de Configuração do iPhone (iPhone Configuration Utility) para criar um perfil de configuração, que você instala no iPad e então configura a rede VPN para você.

vpnipad01.jpg

Tablet da Apple suporta três tipos de VPN

Como usar
Uma vez que a rede VPN esteja configurada, é simples usá-la. Quando quiser se conectar a ela,, basta abrir novamente Ajustes, tocar em VPN, selecionar a configuração que queira usar (se tiver mais de uma) e acionar a VPN na chave de on/off. Digite uma senha (se já não estiver salva em suas configurações) e alguns segundos depois já estará conectado.

Nesse ponto, é possível conectar-se a sua rede e fazer o que precisar, que ela deve funcionar corretamente. O único sinal visível de que você está usando uma VPN é o pequeno ícone no canto superior esquerdo da tela. Quando terminar, volte às configurações da VPN, mude a chave para off e ela será encerrada.

Se estiver usando uma VPN SSL, pode tirar vantagem da opção “VPN sob demanda”. Assim não é nem preciso acioná-la. Sempre que tentar acessar um site ou um recurso atrás de uma VPN, ela iniciará automaticamente e será fechada quando você terminar.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail