Home > Dicas

Como escolher o modelo mais adequado de computador portátil

O que distingue um netbook dos notbebooks, ultraportáteis e tablet PCs? Identifique o equipamento ideal para suas necessidades.

Jason Cross, PC World/EUA

29/01/2010 às 18h51

Netbook_comprar_ilustra150.jpg
Foto:

netbook_comprar_ilustra150.jpgÉ provável que no mercado de eletrônicos em geral não haja um produto que tenha tantas variações de configuração e desempenho quanto os notebooks. Esta, que acabou por tornar-se uma designação genérica de computadores portáteis, está disponível em modelos com telas de vários tamanhos, processadores de potencias diversas, armazenamento convencional ou por discos de estado sólido, componentes biométricos e muito mais. 

Com o passar do tempo e por uma convergência de características semelhantes, tal variação deu origem a denominações distintas, tais como notebooks propriamente ditos, separados por uso cotidiano e máquinas potentes), netbooks, ultraportáteis e tablets.

Se você tem planos de comprar um destes computadores portáteis vai achar interessante as informações abaixo, que trazem descrições básicas de cada uma dessas máquinas. Elas irão auxiliar o comprador em potencial a decidir que perfil de equipamento se encaixa melhor à sua necessidade e orçamento. Com isso, queremos evitar que você compre um equipamento que faça menos do que precisa, com desempenho seja sofrível ou que se desperdice dinheiro com funcionalidades e características desnecessárias e fora de propósito.

 

Leia também:
> Qual a diferença entre netbook e notebook?
> Netbook é a escolha ideal de computador portátil para levar à escola
> Configuração de notebook para trabalhar lembra a do desktop
> Qual a configuração ideal de um notebook para uso cotidiano?

Netbooks
De todos os computadores portáteis esta é a categoria que oferece as funções mais básicas. Os netbooks não têm potência suficiente para fazer tudo que um PC faz com a mesma performance. Deve-se pensar nelas como alternativa para quem já tem um computador principal, seja ele desktop ou notebook. 

Os portáteis dessa categoria são pequenos e leves o suficiente para serem carregados em viagens ou mesmo para uso em sala de aula. Em geral, pesam menos de 1,5 quilo e a tela não passa de 10 polegadas. Muitos modelos de netbooks podem ser encontrados no mercado custando bem menos de mil reais.

Caso esteja procurando seu primeiro computador, não se deixa levar pela tentação do preço baixo e tenha em mente que este não é o tipo mais adequado para você.

Os netbooks são mais baratos por inúmeros motivos. O principal deles é o processador, cujo poder de fogo é bem limitado. A maior parte dos netbooks à venda traz chip Atom com 1,6 GHz, da Intel. Mas isso não quer dizer que não exista competição neste quesito.  O processador AMD Athlon Neo (como visto no modelo HP Pavillion dv2) já mostrou sua cara e continuamos aguardando netbooks com a plataforma Ion, da nVidia.

Além disso, é raro ver um netbook oferecido com mais de 1GB de RAM, tem espaço em disco reduzido e não oferecem drive de DVD.

Nod modelos com tela de 10 polegadas, a resolução costuma ser 1024 por 600 pixels. Embora esta resolução funcione com a maioria dos softwares, alguns programas necessitam de uma resolução diferente para serem executados corretamente (como os que usam Flash, por exemplo). Se você pretende rodar aplicativos que precisam de resoluções específicas, tenha certeza então de que o produto a ser adquirido tenha suporte a isso.

No geral, os netbooks com Windows XP carregam poucos softwares. Algumas máquinas vêm com o OpenOffice.org pré-instalado - suíte de escritório baseada em Java. Praticamente todos os netbooks requerem que você faça o download do software que queira usar por conta própria.

Uma dica é instalar o Google Pack Page, pacote que oferece bons (e populares) programas gratuitos para download, desde Adobe Reader a RealPlayer, anti-spyware e o Google Chrome.

Ultraportáteis
Leves e finos, os notebooks ultraportáteis estão um passo adiante dos netbooks. Possuem processadores mais potentes, mais memória RAM e uma tela maior. Este tipo de máquina é indicado para quem precisa de um equipamento potente mas não abre mão da portabilidade. 

O tamanho da tela dos ultraportáteis varia entre 11 polegadas e 14 polegadas. Modelos com tela maiores só fazem parte dessa categoria se forem extremamente finos.

Comparado aos netbooks, os ultraportáteis são um pouco mais pesados - 1,5 quilo e 2 kg, e sua bateria tem autonomia média de 5 horas. São também mais caros e, dependendo do modelo, um ultraportátil pode custar em média 3 mil reais.

A maioria dos modelos usa processadores dual-core ou de baixa voltagem (menos potente, mas economiza muita energia). A memória varia entre 2GB e 4GB. Como resultado, os ultraportáteis têm um desempenho superior aos netbooks, podendo rodar múltiplos aplicativos ao mesmo tempo.

Os ultraportáteis costumam utilizar placa gráfica integrada, que não lida bem com códigos de vídeos ou games mais modernos. Mesmo assim, esses computadores conseguem rodar jogos modestos em 3D e executar vídeos. Outro diferencial é a presença de drive óptico, algo que os netbooks normalmente não possuem.

Notebooks para uso cotidiano
Esta é a categoria com mais opções no mercado. São máquinas capazes de realizar as tarefas comuns no dia a dia, como navegar pela internet, ler e-mails, editar documentos do tipo Office, mexer com arquivos multimídia e até mesmo jogar um game menos exigente.

Normalmente, esses modelos possuem tela entre 14 e 16 polegadas, e pesam mais de 2 quilos. O processador costuma ser o dual-core ou quad-core, com memória RAM de 4GB ou até mesmo de 8GB.

Os preços variam muito de um modelo para outro, dependendo da configuração. Algumas fabricantes estão também optando por incluir o drive para discos de Blu-ray. Alguns possuem placa gráfica integrada, outros possuem placas mais potentes, que permitem rodar as últimas novidades em jogos 3D.

As configurações costumam ser poderosas em alguns modelos: saída HDMI, 1 terabyte (TB) de espaço em disco e tela sensível ao toque. Porém, tantos recursos fazem com que a bateria dure pouco, de 2 a 5 horas, dependendo do modelo e de como você o utiliza.

Notebooks potentes
Esses modelos são maiores, indicados para quem precisa mesmo é de desempenho e uma grande área de visualização na tela, e são ótimos para substituir o desktop, com o diferencial de que estes portáteis podem mais facilmente ser carregados de um lado para o outro - se bem que com peso entre 3 quilos e 5 kg não seja algo confortáveis de se fazer.

Na maioria das vezes, notebooks potentes oferecem tela com tamanho entre 16 polegadas e 18,4 polegadas, com resoluções altas para facilitar a edição de fotos e vídeos.

O processamento nessas máquinas costuma ser topo de linha, tanto com chips dual-core quanto com os quad-core. Placas gráficas distintas da ATI ou nVidia são padrão nesses modelos. A memória RAM mínima é de 4GB e o tamanho mais comum do HD é de 500GB.

Tal combinação torna-se uma devoradora de energia e a bateria desses portáteis raramente sobrevive mais de duas horas longe de uma tomada. O preço também assusta - raramente custam menos de 5 mil reais, e são indicados para gamers, e profissionais que mexem com programas multimídia ou design.

Tablets PC
Esta é uma categoria em permanente evolução. De modo geral, os tablets são computadores portáteis que possui tela touchscreen cuja interface aceita o uso dos dedos, uma caneta digital ou o uso do stylus para escrita manual.

As dimensões variam pouco e sua tela tem o tamanho médio de 12 polegadas e uma característica única: ela pode girar até 180 graus em seu próprio eixo, permitindo que repouse sobre o teclado e mantenha a superfície tátil voltada para fora para que o tablet possa ser usado com um caderno de anotações.

Com relação aos demais componentes, tudo vai depender do fabricante, mas basicamente são os mesmos encontrados nas duas categorias de notebook e o preço de um tablet PC começa a partir de pouco mais de 2 mil reais.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail