Home > Dicas

Como montar um podcast, sua rádio virtual, usando Ubuntu Linux

Conheça os utilitários necessários e como configurá-los para criar e publicar seus áudios e, quem sabe, ficar famoso na web.

Cristiano Meira Magalhães, especial para PC World*

28/04/2008 às 0h11

linux_podcast_150.jpg
Foto:

linux_podcast_150A produção e compartilhamento de conteúdo multimídia na internet têm se tornado cada vez mais comum, tanto pelo acesso fácil às ferramentas necessárias para a gravação e publicação, quanto pela maior penetração das conexões web de banda larga – foram registradas 8,1 milhões de conexões no Brasil no final de 2007

Uma prova disso é grande número de sites de compartilhamento de imagens (Flickr, Orkut, SmugMug, Fotolog e o Uol Mais são apenas alguns bons exemplos); de vídeo – dos quais o YouTube talvez seja o mais popular de todos); e também de áudio, os chamados podcasts ou rádios virtuais (vale a pena dar uma olhada no podOmatic e no PodBean.

A simplicidade que a produção dos podcasts envolve faz dessa categoria de conteúdo multimídia uma ótima oportunidade para quem deseja exercitar sua veia artítistica. Porém, a maior parte das ferramentas e tutorias disponíveis ajudam a quem deseja criar podcasts se baseiam no ambiente Windows ou Mac, deixando a parcela daqueles que optaram pelo mundo do software livre.

Para preencher essa lacuna e oferecer uma opção a mais a quem tem o Linux instalado no desktop, veja aqui como criar uma estação de rádio virtual. As etapas a seguir têm por base a distribuição Ubuntu do Linux, que esta semana recebeu uma nova versão, a Hardy Heron (Ubuntu 8.04).

Leia mais:
> O que é, como criar, editar e publicar um podcast
> Como instalar o Ubuntu no desktop
> Site ajuda usuários do Ubuntu a resolver problemas
> Verifique se o aplicativo é compatível a distribuição Linux utilizada
> Dicas para quem vai migrar para o Linux
> Linux, Windows ou Mac? Leia e faça sua escolha

Pré-requisitos de software
Lidar com podcasts no Linux exige que dois programas estejam instalados. O primeiro deles é o IceCast, um servidor multimídia; o outro é o Ices, software cliente para utilizar com o IceCast.

Você pode encontrar esses dois programs no repositório universe nos servidores da Canonical (mantenedora do projeto Ubuntu) e o programa de instalação de pacotes da sua escolha (Synaptic, aptitude, apt-get ou outro) irá procurar os pacotes icecast2 e ices2 neste repositório; portanto, certifique de que o universe esteja está ativado em suas configurações.

Se você utiliza o Synaptic, por exemplo, acesse o menu do Gnome em Sistema, Administração, Gerenciador de pacotes Synaptic, em seguida, dentro do programa, acessar o menu Configurações, Repositórios, marcando a opção Programa de código aberto mantido pela comunidade (universe) e confirmar.

++++

linux_podcast_150Feito isso, é necessário instalar o pacote do Icecast – a instalação do Ices é implícita e os dois pacotes serão instalados ao mesmo tempo. Os passos abaixomostram como fazer usando o aptitude:

$ sudo aptitude install icecast2

Configure o servidor de streaming
Usando o editor da sua preferência, edite o arquivo /etc/icecast2/icecast.xml. Localize a sessão <authentication> e, em seguida, altere a senha dentro das tags <admin-password>:

$ sudo gedit /etc/icecast2/icecast.xml
<authentication>
...
<admin-password>hackme</admin-password>
...
</authentication>

Edite o arquivo /etc/default/icecast2 e altere a flag ENABLE para true:

$ sudo gedit /etc/default/icecast2
ENABLE=true

Agora, inicie o servidor icecast com o seguinte comando:

$ sudo /etc/init.d/icecast2 start

Se você realizou corretamente todos os passos acima, abra o seu programa navegador e digite http://localhosts:8000 para entrar na interface do Icecast.

podcast_linux_01

Com o servidor Icecast aberto, é necessário agora configurar o Ices para enviar um fluxo de bytes qualquer para que o servidor Icecast possa disponibilizá-lo para os usuários da rede. Para isso, crie as seguintes pastas no seu sistema:

$ sudo mkdir /var/log/ices
$ sudo mkdir /etc/ices2
$ sudo mkdir /etc/ices2/music

Na instalação do Icecast/Ices no PC, alguns arquivos são gravados e que podem ser usados como exemplos e de base para seu trabalho. Com estes programas pode-se criar dois tipos de rádios virtuais.

++++

linux_podcast_150O primeiro tipo de transmissão é aquele em que os arquivos de áudio são transmitidos em fluxo constante. No segundo, o áudio transmitido é o que é capturado pela entrada de áudio da placa de som do PC (um microfone ou outra fonte de áudio externa).

Para o primeiro tipo, copie para a pasta /etc/ices2/music tantos quantos arquivos de áudio você queira. Depois, crie uma playlist em /etc/ices2/ contendo uma lista de todos os arquivos que você deseja transmitir pela Internet, da seguinte forma:

sudo vim /etc/ices2/playlist.txt
/etc/ices2/music/musica_01.ogg
/etc/ices2/music/musica_02.ogg

Em seguida, copie o seguinte arquivo:

$ sudo cp /usr/share/doc/ices2/examples/ices-playlist.xml /etc/ices2

Edite esse arquivo, alterando as seguintes tags xml:

$ sudo gedit /etc/ices2/ices-playlist.xml
<background>1</background>
<param name="file">/etc/ices2/playlist.txt</param>
<password>hackme</password>

Para que o Ices reproduza a playlist, execute o seguinte comando:

$ sudo ices2 /etc/ices2/ices-playlist.xml

O Ices também oferece um log que permite verificar se todo o processo deu certo:

$ tail /var/log/ices/ices.log

Na modalidade que utiliza a transmissão a partir da entrada de áudio da placa de som, ideal para quem deseja transmitir sua voz falada ao microfone ou uma saída de áudio de uma mesa de som, é preciso iniciar o Ices usando outro arquivo. Copie o seguinte arquivo para sua pasta de trabalho:

$ sudo cp /usr/share/doc/ices2/examples/ices-oss.xml /etc/ices2

Edite esse arquivo e modifique as mesmas tags, de forma similar ao que foi feito com o arquivo icesplaylist.xml e então execute o Ices:

$ sudo ices2 /etc/ices2/ices-oss.xml

Agora é só falar ao microfone ou direcionar a saída de sua mesa de som para a entrada de áudio da placa de som do seu PC. Com este método, você pode dar um toque personalizado à programação de sua rádio web.

Note que existe um pequeno atraso – delay –entre o instante em que fala ao microfone e a saída da voz pelas caixinhas de som. Isso é normal, devido o Ices levar um pequeno tempo para codificar sua voz para o formato de transmissão.

Para parar a execução do Ices, a qualquer instante pode-se "matar" o processo com o comando:

sudo kill -9 `pidof ices2`

++++

linux_podcast_150

Ouça outras rádios virtuais
Se o arquivo de log não acusou nenhum erro, você possivelmente já está com sua rádio virtual funcionando. Para poder escutá-la, basta abrir o endereço do servidor Icecast na sua rede em http://localhots:8000/ e clicar em Server Status. Uma lista de pontos de montagem será listado em seu navegador de internet.

Cada mount point corresponde a uma estação de rádio virtual. Para ouvir qualquer uma delas, clique no link Click to listen e você fará o download de um arquivo .m3u. Esse arquivo será aberto por qualquer media player que leia streammings da internet.

podcast_linux_02

Caso o media player que tiver instalado não for capaz de ler aquivos .m3u, abra-o com um editor de texto simples (o gedit, por exemplo); note que nele encontra-se apenas uma única linha apontando para o endereço da sua rádio virtual. Em nosso exemplo, http://192.168.1.120:8000/example1.ogg . Este endereço pode ser usado em seu tocador (veja imagem abaixo) ou ainda em páginas de internet, inserindo o link que vai apontar para sua estação de rádio virtual.

podcast_linux_03

Esse endereço http://192.168.1.120:8000/example1.ogg você pode usá-lo tanto no seu programa de
media player quanto em suas páginas de internet, inserindo links para sua estação de rádio virtual.

Necessidade de banda
Se você tem interesse de disponibilizar sua rádio para um grande número de “ouvintes virtuais”é bom pensar na banda web que vai precisar.O Icecast e o Ices, por default, trabalham com o bitrate de 24kbps.

Para saber a largura de banda necessária para atender a demanda de conexões que você pretende alcançar, basta fazer a seguinte conta: LARGURA DE BANDA = bitrate em uso X número de usuários.

Por exemplo, se você deseja montar uma rádio virtual para acessada que possa ser acessada, digamos, por até 10 conexões simultâneas, basta multiplicar o bitrate por 10, o que dá 240kbps. Ou seja, para o mínimo de 10 usuários, seria necessária uma conexão com a internet com uma largura de banda de no mínimo 240kbps.

Caso sua conexão internet seja menor do que ou próxima a essa taxa, pense em negociar uma conexão mais rápida com seu provedor de acesso.

Leia também:
> Converta músicas de CD para MP3 no Linux
> Ogg Vorbis é o “MP3” do mundo livre

(*) Cristiano Meira Magalhães é engenheiro e aficionado por Linux. Para entrar em contato com ele, envie um e-mail.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail