Home > Dicas

Como prevenir problemas no Mac

Seu Mac tem o necessário para rodar seguro e eficiente? Veja dicas essenciais.

Macworld/EUA

04/06/2008 às 17h30

mac_manuten_dest150.jpg
Foto:

mac_manu_dest150Configurar seu Mac de forma correta não previne apenas problemas, mas também pode fazer a diferença se um problema surgir no futuro – seja um desastre com o disco rígido, roubo ou um outro problema sério com hardware ou software. Seguir os passos seguintes enquanto seu Mac é novinho em folha é a forma mais fácil, mas nunca é tarde demais para deixar tudo em ordem.

- Compre um filtro de linha ou, melhor ainda, um no-break. A tentação de ligar seu Mac direto na tomada existe, mas não faça isso. Quedas na rede elétrica e, pior, raios podem ir direto da rede elétrica ou de telefonia direto para suas tomadas, causando problemas significantes e pemanentes ao seu computador.

Ter um bom filtro de linha ao menos é essencial. Ele funciona como uma espécie de firewall elétrico, protegendo seus eletrônicos de incidentes elétricos destrutivos. Além disso, verifique se todos os dispositivos elétricos conectados ao seu Mac, assim como os cabos telefônicos e de rede, também estão protegidos. Qualquer cabo é um potencial risco ao seu Mac.

Uma opção melhor, principalmente se você tem um desktop, é usar um no-break. Esse tipo de dispositivo combina o filtro de linha com uma bateria projetada especialmente para manter seu comptutador funcionando por tempo suficiente para que você salve seu trabalho e desligue tudo com segurança se a energia elétrica acabar. Um no-break também protege seu computador de quedas súbitas na energia, falhas na transmissão elétrica e interferência na linha causada por interferência eletromagnética ou de radiofrequência.

Você precisa de um no-break capaz de lidar com os requisitos elétricos do equipamento conectado. Um jeito fácil de fazer isso é usar um serviço online, como o da APC. Esse site permite que você diga os detalhes do seu sistema para calcular qual o tipo de produto ideal para seu caso (ou ao menos uma configuração básica para você usar em comparação de preços depois).

mac_manuUPS

APC Selector: Serviço online ajuda a escolher o no-break.

++++
mac_manu_dest150Duas dicas essenciais: nunca conecte uma impressora laser a uma das tomadas de bateria do no-break – elas consomem muita energia, acabando com a bateria do no-break mais rápido. Conecte a impressora laser a uma tomada sem bateria no aparelho (quase sempre metade está ligada à bateria, outra metade não, porém com a proteção do equipamento). Se der, ligue a laser a outro filtro de linha. E, embora alguns no-breaks tenham recursos de proteção para linha telefônica, rede e cabos, o filtro de ruído do equipamento pode causar alguns problemas de conectividade à rede. Se isso acontecer, ligue esses cabos de rede a outro equipamento de proteção.

- Tenha RAM suficiente. A maioria dos Macs vem com pelo menos 2 GB hoje em dia, mas alguns modelos – como o Mac mini, o iMac de 2,4 Ghz e os MacBooks mais básicos – vêm apenas com 1 GB. Além disso, se você tem um Mac mais antigo ou comprou um modelo usado, existe a chance de ter 1 GB ou menos. Isso pode ser suficiente se você apenas checa e-mails e navega na web, mas se quer rodar vários programas ao mesmo tempo, trabalhar com fotos ou vídeo ou até jogar, seu destino é ter problemas de desempenho.

Se isso acontecer com você e não tem idéia de quanto de RAM faz falta, é uma boa usar o programa gratuito MemoryStick. Esse utilitário (para baixar, clique no link CocoaThings) mostra a memória em uso no Mac no Dock ou em uma barra flutuante, e permite ver quanto está em uso (ou em falta). Se os problemas persistirem, é hora de comprar mais. O preço de memória RAM caiu bastante e os Macs, em sua maioria, são fáceis de atualizar (em caso de dúvida, leia o manual do computador, que tem instruções de como instalar mais memória).

- Veja se a RAM funciona
. É uma boa idéia verificar um novo Mac por potenciais problemas de hardware antes de perder tempo tentando consertar depois. Um dos componentes mais importantes para testar é a memória RAM. Defeitos nela podem travar aplicativos e o sistema operacional, além de poder corromper dados. (Isso significa que você precisa testar a RAM nova assim que instalar no seu Mac.)

Felizmente, não é uma tarefa difícil, embora um teste mais completo demore mais. O Apple Hardware Test, incluído no disco de instalação do Mac OS X que vem nos Macs mais novos, tem uma opção de teste estendido (Extended Testing) que avalia sua RAM. (Donos de MacBook Air podem rodar o Apple Hardware Test ao segurar a tecla D na inicialização do sistema).

++++
mac_manu_dest150Também existe a possibilidade de usar o Memtest 4.21 (US$ 1,39). Esse utilitário testa cada bit em seus módulos de RAM quantas vezes você quiser, verificando se eles armazenam e lêem dados de forma correta (o Apple Hardware Test faz esse teste apenas uma vez). Rodar o teste com diversas passagens pode levar um dia ou mais, mas se sua RAM for aprovada, não deve te dar muitos problemas. A maioria das memórias “ruins” são problemáticas desde o começo do teste – se não der problema no começo, provavelmente não vai dar até o fim.

O problema é que o Memtest roda apenas da linha de comando, seja na inicialização do sistema ou pelo Terminal. Uma alternativa com interface gráfica é o Rember 0.3.4b, que dá uma cara mais amigável ao Memtest (o autor pede doações pelo download).

mac_manuREMBER
Rember: para testar a memória RAM do Mac.


Fique pronto para emergências
.

Muita gente se previne contra catástrofes naturais, mas nunca pensa que elas acontecem também com computadores. Veja alguns passos báscos para sobreviver ao que vier – e quando vier.

O que é preciso ter por perto no caso de uma catástrofe no Mac? Um bom começo é ter um disco de boot (ao menos o disco de instalação do Mac OS X), listas das suas configurações mais importantes e um registro dos problemas que você teve.

- Crie uma conta de emergência. Se já teve problemas com o Mac, como um programa que não funciona direito ou uma conta que não permite entrada, há uma boa chance de o problema estar na conta do usuário do que no próprio sistema operacional. O modo mais fácil para isso é entrar no sistema por uma conta diferente, com configurações originais e sem programas e plug-ins instalados. Essa conta é também útil para realizar manutenção e reparos no sistema, ou se sua conta principal não permite que você faça o login de jeito nenhum. Mas é preciso criar essa conta contra problemas antes que eles aconteçam.

++++

mac_manu_dest150Para isso, abra o painel Contas nas Preferências do Sistema. Se aparecer um ícone de cadeado fechado, clique nele e digite sua senha de administrador. Clique no sinal de + e escolha a opção “Permitir ao usuário administrar este computador”. Dê um nome óbvio à conta (como Resolução de Problemas) e senha que vá lembrar. Quando terminar, clique em Criar Conta.

Esta conta deve permanecer sem uso, apenas quando você perceber problemas. Se tudo funcionar direito, irá descobrir que o problema pode estar na sua pasta de usuário (especificamente na pasta Usuários/Biblioteca).

- Mantenha um disco de emergência. Caso o problema seja tão grave que o Mac nem liga, o disco de instalação do Mac OS X (o que veio com o Mac ou o disco de upgrade do Leopart) vem com uma cópia do Apple Disk Utility, que é capaz de realizar reparos básicos de disco. Dependendo do caso, esse disco pode ser usado para reinstalar o sistema operacional.

Alguns aplicativos têm mais recursos de reparo, como o DiskWarrior 4.1 (US$ 99,95) ou o TechTool Pro (a versão 5 está para ser lançada).
++++
mac_manu_dest150- Mantenha seu software armazenado com segurança. Embora cada vez mais gente faça backups em serviços online, poucos fazem cópias de segurança dos discos de instalação do software, que muitas vezes vale alguns milhares de reais.

A dica aqui é manter esses discos em um ambiente seguro mas não no mesmo que fica seu Mac – no trabalho, em casa, na casa de um parente ou amigo ou até em um cofre. Isso vale também para o software baixado da web, que deve ser gravado em um CD ou DVD.

- Você tem seguro? Acidentes acontecem: roubo, queda, café no teclado, furto, incêndio. Veja com sua seguradora se ela cobre seus computadores em uma apólice da casa e, se for o caso, faça um seguro específico para seu hardware. Também é uma alternativa escolher por um plano de proteção AppleCare (preços variam de acordo com o modelo do Mac), que amplia a garantia do hardware por mais dois anos (lembre que é uma extensão do serviço de garantia, mas não um seguro).

- Mantenha registros. Se você atualizou seu disco rígido, trocou de Mac ou reinstalou o sistema operacional, vai precisar redigitar a licença do software e os números de registro. E se precisar de suporte técnico – ou mesmo se o Mac foi roubado ou seus acessórios – você vai precisar dos números de série e informação detalhada do equipamento.
++++
mac_manu_dest150Uma das precauções mais simples é manter registros dessas informações. Pode ser uma planilha ou documento de texto simples com listas de cada software e hardware, com seu modelo, versão, número de série ou de registro, especificações e recursos, além da data de compra. Utilitários como o 1Passwd 2.4 (US$ 30), o Steel (US$ 9) ou o Pastor (gratuito) oferecem recursos convenientes para armazenar essas informações.

A Apple fornece dois formulários básicos para preencher e imprimir: a “My Mac Cheat Sheet” (em inglês) para suas configurações de e-mail e internet, e uma “"Folha de cola" da configuração de e-mail do Mac OS X Mail” para configurações detalhadas de e-mail (em português).

Não esqueça de imprimir essas informações ou ao menos armazenar em algum lugar, como um webmail. Não guarde no computador, se der problema você não irá conseguir acessar os dados.

Finalmente, documente todo problema que perceber. Se o Mac começa a se comportar mal, tome notas da data, horário e o que estava fazendo quando começou a perceber o problema. Se o problema puder ser reproduzido, anote os passos que o causaram. Esses dados vão ajudar se você precisar ligar para o suporte técnico.

- Não se esqueça da segurança. Garantir que seu Mac está protegido das forças do mal é importante também. Mantenha o firewall do Mac OS X sempre ligado e crie senhas seguras para proteger seu sistema.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail