Home > Dicas

Como ripar CDs e obter cópias fiéis de suas músicas no PC

Músicas em MP3 e AAC ocupam menos espaço no HD mas têm menor qualidade sonora. Quem busca mais fidelidade, deve pensar diferente.

Michael Brown, da PC WORLD / EUA

16/03/2009 às 17h49

musicas_web_150.jpg
Foto:

musicas_web_150.jpgMuitas lojas de música online, como o iTunes Store da Apple, utilizam codecs com perda (lossy) como MP3 e AAC com taxa de bits que atingem ao máximo 256 kbps. Se eles permitem que se armazene uma quantidade incrível de músicas no HD do computador ou na memória do player portátil, a qualidade final dos arquivos de mídia que se obtém fica bem longe do que foi gravado pelo artista.

Mas existem maneiras de evitar que isso ocorra. Uma delas é fazer uso do utilitário gratuito Exact Audio Copy (EAC), que possui uma vasta gama de funções para alcançar resultados altamente fiéis na ripagem de CDs. Algumas dessas ferramentas são nativas do programa; outras são plug-ins criados por desenvolvedores, mas todas igualmente úteis como a que permite ripar CDs mesmo que tenham avarias.

Para começar, clique no menu do EAC e selecione EAC Options no menu drop-down. Desmarque o item rotulado como “No use of null samples for CRC calculations”.
Esta ação fará com que os resultados sejam mais precisos e assegura que
as músicas ripadas sejam compatíveis com o maior número possível de
players. Desmarque a opção “Lock drive tray during extraction” para que você possa abrir o drive, caso o programa trave ou pare durante o processo de ripagem.

RIP_Tela3

Durante a configuração do utilitário, selecione a opção FLAC
como formato padrão de áudio do programa

Por fim, mude os valores de “Extration and compression priority” e “Error recovery quality” do padrão para High. Isto deixará o processo de ripagem lento, mas produzirá resultados melhores. Deixe as demais opções com seus valores padrões.

Clique na aba General, clique no check box próximo a On Unknown CDs e selecione a opção para acessar o banco de dados Freedb automaticamente e não altere as opções. Não mexa na aba Tools e Normalize, e selecione Filename. Este campo é onde você deverá dizer ao EAC como nomear os arquivos que ele ripar, e como organizá-los em seu disco rígido.

Digite a seguinte linha de caracteres no box “Naming scheme”: %A\%C\%N - %T. Marque o box com o título “Use various artist naming scheme” e digite a seguinte linha de caracteres no box logo abaixo: Various Artists\%C\%N - %A%T.

Essas instruções dizem ao EAC para criar um diretório de estrutura onde cada artista tem um subdiretório dedicado, com subdiretórios para cada título de álbum (CDs compilados ou de trilha sonora serão armazenados em um subdiretório chamado ‘Various Artists’).

Leia também:
> Saiba como ter os codecs necessários para reproduzir vídeos
> Acabe com arquivos MP3 duplicados de sua coleção de áudio
> Editor de música gratuito
> Do vinil (ou K7) para o MP3

Clique na aba Directories e entre o diretório principal onde você quer armazenar seus CDs ripados (Minhas Músicas, por exemplo). Por exemplo, se você for ripar o CD Love OverGold, do Dire Straits,  para a pasta Minhas Músicas, o diretório resultante (e a primeira canção) ficará mais ou menos assim: C:\Meus Documentos\Minhas Músicas\Dire Straits\Love Over Gold\01 – Telegraph Road.flac. Ignore o restante das opções de extração do EAC e clique em OK.

Observe os gaps
CDs vendidos e gravados comercialmente geralmente possuem uma lacuna (ou gap) entre as canções. A maioria dessas lacunas contém um silêncio digital, mas algumas contêm uma continuação da música anterior, uma introdução para a próxima faixa ou até mesmo uma música inteira (a chamada música oculta).

RIP_Tela4

Para encontrar as lacunas entre as faixas, clique em Action e
selecione Detect Gaps; ou pressione F4

Um player de CD somente irá tocar o conteúdo da lacuna quando as canções forem tocadas automaticamente na sequência. Ou seja, se você pular para a Faixa 3, você não ouvirá nada que possa estar oculto na lacuna que precede a Faixa 3.

Quando você ripa o CD, o programa EAC irá por padrão anexar cada lacuna à faixa anterior. Se você quer que o programa anexe à lacuna na próxima faixa, ou se você quer omitir completamente a lacuna (apesar de poder perder um importante material sonoro), pressione F4 para o EAC detectar as lacunas no CD. Clique no menu Action, e então selecione a opção que preferir.

Se você quer utilizar o serviço gratuito de banco de dados Freedb,
para baixar detalhes do CD que você estiver ripando (títulos do álbum e
da canção, por exemplo), entre com o seu endereço de e-mail quando
solicitado; isto não te trará spams, mas se quiser digite um e-mail
falso.

O programa utiliza esta informação para adicionar tags ID3 para os
arquivos que serão criados. No próximo passo, utilize o nome padrão do
arquivo (você poderá mudá-lo depois); depois selecione a opção Expert e
clique em Finalizar.

Deixe o software trabalhar
A maior parte do trabalho que envolve o uso do Exact Audio Copy para ripar CDs está na configuração do software. O processo de ripagem é muito simples: coloque o disco que deseja no drive óptico, clique no menu Action e então selecione “Test and Copy Selected Tracks” (usando a opções Compressed no submenu).

O EAC irá testar, ripar e compactar cada faixa do CD para um arquivo FLAC. Então, após cada passo da compactação, o programa irá deletar todos os arquivos .wav. Ao final do processo de ripagem, o EAC irá gerar um relatório de resumo do que foi feito e eventuais mensagens de erro.

A informação mais importante contida neste relatório é a avaliação de cada faixa para ver se foi ripada precisamente, baseando-se no banco de dados do AccurateRip. Talvez você queira salvar as informações dentro da pasta com as faixas ripadas para referências futuras.

Basta agora repetir os passos acima para que toda a sua biblioteca de CDs possa ser ripada, mas mantendo a fidelidade do áudio original.

Ajuda extra
Os mais puristas em áudio irão querer que seu som seja o mais fiel possível. Para isso o programa AccurateRip,
um plug-in terceirizado para quem já tem o Exact Audio Copy, ajuda a
atingir esse objetivo. O complemento já faz parte do EAC por padrão.

Cada vez que você ripa um CD, o programa compara seus resultados com o
resultado obtido por outras pessoas usando o mesmo CD. Um ícone de um
CD com arco-íris no canto inferior direito do EAC informa se o seu CD
está no banco de dados do AccurateRip; se não estiver, você pode
contribuir acrescentando as informações lá.

RIP_Tela2

O plug-in AccurateRip compara os resultados da sua ripagem com a de outros usuários

Quando o processo de ripagem se completa, o EAC gera um
relatório confidencial: se o seu resultado está de acordo com o de
outras pessoas, sua ripagem então está completamente precisa. Mas se a
comparação indicar que os resultados se diferem  de forma significativa dos
outros (o programa irá exibir um relatório como ‘não pode ser
verificado como exato’), então seu disco pode ter alguma falha. Limpar
a mídia pode ajudar a resolver o problema.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail