Home > Notícias

Como será o iPhone do futuro?

Executivo-chefe da ATT diz que o iPhone de amanhã vai enviar ordens à sua cafeteira, televisão e até pode traduzir idiomas automaticamente.

Mark Sullivan, PC World/EUA

07/11/2008 às 17h26

Foto:

Como vai ser o iPhone do futuro? Quando o blogueiro Michael Arrington, do TechCrunch, perguntou a Ralph de La Vega, CEO da AT&T, ele não esperava que a resposta seria melhor que o esperado. Os dois falaram a uma audiência na conferência Web 2.0, em San Francisco, na última quarta-feira.

De La Vega fez mais que falar sobre o futuro do iPhone. Ele deu uma lista completa de aplicações e cenários de uso para o telefone celular:

Antes do despertador do iPhone tocar de manhã e te acordar, diz Vega, ele já terá feito o download das principais fontes de notícias para o telefone. E também terá enviado uma mensagem - sem fios, claro - para a cafeteira deixar o café pronto. Enquanto você toma seu café da manhã, vai escolher entre ler as notícias na tela do iPhone ou no televisor. Basta movimentar o iPhone em direção à TV e o telefone envia as notícias (sem fio, de novo) para leitura no monitor.

Depois, você sai de casa, e usa o iPhone para trancar a porta. Entra no carro, e o iPhone liga a ignição. A caminho do trabalho, o iPhone continua a ler notícias para você, usando uma função de texto para fala.

Mais tarde, no escritório, o iPhone te conecta em uma chamada em conferência com dois potenciais clientes no Japão. Durante a ligação, você fala inglês, o iPhone traduz para japonês (o cliente precisa te entender). Quando eles respondem em japonês, o iPhone converte a fala para inglês, e tudo corre perfeitamente.

O CEO da AT&T diz ainda que existem diversos testes e experimentos nos laboratórios da empresa para integrar o iPhone ao serviço U-Verse, de IPTV por fibra óptica. O iPhone irá se transformar em um controle remoto universal para o serviço, em um cenário em que você irá usar o celular (e seu teclado na tela) para buscar programas de TV (no U-Verse ou na internet) que serão reproduzidos na TV ou no próprio iPhone.

>>>Veja fotos do iPhone 3G

O executivo não entrou em muitos detalhes sobre esse tema, mas acreditamos que, uma vez que o iPhone esteja integrado ao U-Verse, o gravador digital do U-Verse será algo muito parecido com o TiVo e o iPhone irá controlá-lo remotamente - do sofá ou do outro lado do país.

Tudo bem, isso parece futurologia distante. Mas a AT&T não é uma empresa iniciante, e pode até trazer esses planos do laboratório para a vida real.

O papo não foi somente sobre iPhone. Arrington perguntou se a AT&T iria lançar um telefone com o sistema operacional Android, do Google. O executivo ficou mudo. Arrington: "Pisque uma vez se a resposta for sim". Mas De La Vega não caiu.

Mas Arrington lembrou de um ponto importante: o que a AT&T vai fazer quando seu acordo de exclusividade com a Apple acabar, em 2010. O CEO passou batido pela resposta. "Não estou piscando", brincou.

Ah, e o bate-papo também serviu para indicar que, em breve, o iPhone 3G poderá ser usado como modem em notebooks.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail