Home > Dicas

Como trocar de HD sem perder os dados nem o sistema operacional

Basta contar com a preciosa ajuda de utilitários que clonam facilmente o conteúdo de um disco para outro, byte por byte.

Redação da PC World

18/12/2008 às 16h26

umdisco_paraoutro_150.jpg
Foto:

umdisco_paraoutro_150Você que tem planos de trocar de HD, obviamente, nem pensa em perder seus dados importantíssimos e de longa data – sejam do trabalho, escola ou pessoais.

No entanto, você pode também não querer gastar seu tempo fazendo backups imensos, e depois gravando todo esse conteúdo de volta para o disco rígido novo. Mas e quanto a seu sistema operacional, cujo CD não sabe onde foi parar - aliás, você tem os discos de instalação originais, não é mesmo?

Pois saiba que existe uma alternativa aos backups tradicionais nesse processo de migração para um novo disco rígido.

Leia também: 
> Automatize o backup para não ter dores de cabeça
> Faça backup do e-mail para não chorar depois
> Sete maneiras de previnir desastres com seus dados
> Conheça as diferenças entras os vários tipos de mídias graváveis

Antes de começar, sugerimos que faça uma faxina para acabar com o lixo do HD e liberar espaço. Outra sugestão importante é acabar com possíveis arquivos duplicados que possa haver, como músicas em MP3 e vídeos. Com menos coisas para copiar, o processo como um todo deve ficar mais rápido.

O que fazer
Você vai precisar de um software para “clonar” o seu HD. A operação consiste em instalar o seu HD anterior e o novo em outra máquina. Concluída a instalação, baixe e instale um programa que pode ser o DriveImage, ou outro do gênero. Esses softwares têm a funcionalidade de fazer uma cópia byte a byte de um disco rígido para outro.

O mais legal desses softwares é que ao perceber que a unidade de destino é maior que o HD original, o programa oferece a opção de estender o tamanho da unidade de forma que no final da gravação você terá uma cópia fiel e absoluta do seu primeiro disco, mas em proporções ampliadas.

E você pode, depois, optar por particionar o HD novo e criar unidades lógicas diferentes.

Por fim, monte o disco novo na sua máquina original. Está pronto – inclusive com o sistema operacional que você usava.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail