Home > Dicas

Configuração de notebook para trabalhar lembra a do desktop

Ele só precisa executar bem as tarefas do dia a dia do escritório, permitir mobilidade e ser resistente. Nada além disso.

Darren Gladstone, PC World/EUA

28/07/2009 às 19h21

note-corporativo150.jpg
Foto:

note-corporativo150.jpgDescontada a questão da mobilidade, um notebook para usar no trabalho não difere muito de um desktop. Pelo menos no que diz respeito aos componentes. Ele dever ser uma máquina capaz de realizar as tarefas do dia a dia, como os aplicativos de suítes de escritório, acesso à internet, correio eletrônico e só.

Nada de recursos extras, que encareçam o equipamento. Afinal, no ambiente de trabalho, em teoria, não se vai rodar jogos ou nem reproduzir vídeos em alta resolução que exigem recursos de computação gráfica, salvo pouquíssimas exceções. Um design mais bacaninha pode ajudar a impressionar clientes, mas nada além disso.

Confira reviews de notebooks corporativos:
> Dell XPS 1340 esbanja configuração
> Latitude e6400 ATG é duro na queda
> Thinkpad SL400 é ideal para segmento PME
> Itautec W7645 é peso pesado de respeito
> Vostro 1310 tem bom desempenho para o trabalho

CPU: Certamente você está mais preocupado em poder iniciar o Windows rapidamente em reuniões e ser ágil o suficiente para executar aplicativos do Office sem problemas. Para isso, um processador mediano basta. Por exemplo, um Intel Core 2 Duo T6400 Mobile, facilmente lida com as tarefas diárias do Windows Vista. Já o AMD Turion X2 Ultra Dual-Core Mobile ZM-84, de 2.3 GHz, pode não ser tão rápido, mas funciona bem e você ainda pode economizar uma graninha.

Memória: Uma parte do desempenho desses portáteis tem a ver com a memória RAM disponível. Então, o ideal é que o notebook tenha 4 gigabytes (GB) de RAM. Só que para poder aproveitar todas essa memória, será preciso ter um versão 64-bits do Windows Vista.

Placa gráfica (GPU): Uma placa gráfica integrada é mais do que o suficiente. Agora, caso seu trabalho exija lidar com aplicações gráficas ou vídeo, será necessário optar por um modelo com GPU distinta.

Tamanho e resolução da tela: Para navegar por planilhas ou aplicativos de texto, você não precisará de uma tela com alta resolução. Mas se precisar conectar o notebook a um projetor, pense em pelo menos 1366 por 768 pixels de resolução. E laptops que possuam tela maior que 16 polegadas podem ser atraentes, mas poucos conseguirão guardá-lo em uma mochila de notebook convencional. E são mais pesados também.

Bateria: Se você pretende geralmente fica muito tempo afastado de uma tomada de força, pode ser que um notebook para "viagem" seja o mais adequado. Mas há alguns modelos de portáteis voltados para o mercado corporativo que oferecem autonomia de bateria até 7 horas com uma única recarga. Essa exigência pode elevar muito o preço do produto e talvez seja melhor comprar uma segunda bateria (o que representa um item extra para carregar).

Teclado: Ultimamente temos visto mais notebooks que, além do teclado completo comum (com layout QWERTY), também oferecem teclado numérico. Para quem digita muitos números, essa é uma ótima opção. Verifique se, nesse caso, o espaço que sobrou para o teclado convencional não foi muito sacrificado.

Peso: Como você precisa se locomover e levar o notebook com você, o ideal são os modelos que pesem entre 1,5 quilo e  2,5 kg.

Conectividade: Se o seu notebook tem saída VGA, isso é suficiente para uma apresentação em vídeo. Porta Ethernet e acesso wireless (pelo menos um Wi-Fi 802.11n) são essenciais.

Características extras: Além de considerar alguns componentes que pesarão no futuro (como porta HDMI, para vídeo de alta definição e porta eSATA, para rápida transferência de dados), procure por um modelo que ofereça o maior número de portas USB que puder contar - elas são úteis para recarregar uma variedade de dispositivos sem ter de levar as respectivas fontes de alimentação para cima e para baixo.

Opte também por um disco rígido protegido contra quedas, para evitar perda de dados. Além disso, confira se o fabricante ou o sistema oferecem um bom pacote de aplicativos para lidar com o fluxo do dia-a-dia.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail