Home > Notícias

Conheça o Mailbird, um cliente de e-mail rápido e elegante

Programa tem uma interface simples, integração com redes sociais e pode ganhar novos recursos com “apps”.

Ian Paul, PCWorld EUA

26/04/2013 às 18h20

Foto:

O Mailbird é um cliente de e-mail rápido e sem “frescuras” que oferece recursos básicos sem todos os supérfluos encontrados em programas mais sofisticados como o Outlook ou Thunderbird. Na verdade ele é tão simples que a versão atualmente disponível só suporta uma conta de usuário por vez, e ela tem de ser uma conta do GMail ou Google Apps. O suporte a serviços adicionais como Yahoo Mail e Hotmail, além de múltiplas contas, está planejado para versões futuras.

Uma versão beta pública do aplicativo foi lançada recentemente, e está disponível para download gratuito. Ainda não está claro por quanto tempo esta versão beta estará disponível, mas a empresa por trás do aplicativo, também chamada Mailbird, também está fazendo uma pré-venda de assinaturas de uma versão Pro. A assinatura de um ano custa US$ 9, mas o preço subirá para US$ 12 depois da fase beta.

O Mailbrid também estará disponível em uma versão gratuita, suportada por anúncios. Ainda não está claro se havera qualquer diferença entre recursos entre as versões paga e gratuita, além da remoção dos anúncios. Usuários da versão beta (e também da futura versão gratuita) terão a frase “sent from Mailbird” (“enviado pelo Mailbird”) automaticamente adicionada ao rodapé de todas as mensagens enviadas, e ela não pode ser removida.

Configuração rápida

Configurar o Mailbird é tão simples quanto configurar o acesso ao GMail em um smartphone. Basta informar seu nome, endereço de e-mail e senha, e o Mailbird faz o resto. Não é necessário mexer com configurações de servidor, portas, protocolos ou outras “tecnicalidades” típicas de outros programas de e-mail. O Mailbird não tem suporte à autenticação em duas erapas do Google, então qualquer um que tenha este recurso ativado em sua conta terá de criar uma senha específica para o programa, em vez de usar a senha padrão do GMail.

O Mailbird também irá sugerir que você conecte o aplicativo à sua conta no Facebook. Em meus testes, isto apenas fez com que as imagens de perfil dos meus amigos fossem mostradas em suas mensagens, Em comparação, o Outlook 2013 também permite ver atualizações de status no Facebook e a atividade recente de seus amigos.

Interface simplificada

O Mailbird tem uma interface bastante simplificada. No canto superior esquerdo já o ícone de um lápis para compor uma nova mensagem, e à direita dele o ícone de busca. Clique no botão que diz “Mailbird” para acesar um menu básico que permite definir as configurações do aplicativo, acessar uma lista com atalhos de teclado, um menu de ajuda ou enviar sugestões aos desenvolvedores.

A janela principal do Mailbird é dividida em três colunas. O painel mais à esquerda, praticamente uma barra de ferramentas com fundo escuro, é para navegação, com opções para acessar a caixa de entrada, intens com estrela, rascunhos, mensagens enviadas ou importantes e marcadores (Labels) personalizados. 

mailbird_geral-360px.jpg
A interface do Mailbird é limpa e direta

O painel do meio inclui uma lista de mensagens, com a foto do remetente (se ele for um contato seu no Facebook), nome em negrito e o assunto. Se você parar o cursor do mouse sobre a foto verá um menu rápido com opções para arquivar, responder, encaminhas, marcar como importante, adicionar uma estrela, marcar como não lida ou como spam ou deletar a mensagem. Um duplo-clique na foto de um contato inicia uma busca por todas as mensagens daquela pessoa, o que é muito legal.

Também é possível usar vários dos atalhos do GMail no Mailbird, incluindo as teclas j e k para avançar ou retroceder na lista de mensagens e Ctrl+n para criar uma nova mensagem. Mas o suporte aos atalhos não é completo: não dá pra, por exemplo, teclar g e depois i para ir à caixa de entrada. Tecle ? para ver uma lista com todos os atalhos disponíveis.

mailbird_icones-340px.jpg
Basta um clique sobre a foto de um contato para revelar uma lista de atalhos

O maior painel, à direita, mostra o conteúdo das mensagens, que por padrão o Mailbird mostra no estilo de “conversação” do GMail. Mas ao contrário do GMail, a mensagem mais nov é mostrada no topo, com as anteriores condensadas em seções separadas abaixo dela.

Quando uma nova mensagem é aberta, no canto superior direito há links para responder ou ver detalhes como o remetente, destinarários, etc. Também há um botão no canto superior direito que permite adicionar marcadores (Labels) às mensagens com apenas alguns cliques.

Já a janela de composição de mensagens mantém o ar de simplicidade do restante do app. Para adicionar um anexo basta arrastá-lo para a janela, por exemplo. Também é possível adicionar links, mudar cores da fonte e do fundo do texto e ajustar o tamanho das fontes e aparência das fontes

Apps

Se você quiser que o Mailbird seja mais do que um cliente de e-mail básico, pode adicionar “apps” para aumentar seus recursos. Alguns deles incluem calendários, gerenciadores de contatos e integração com o Google Drive. A lista poderá incluir apps de terceiros no futuro, mas por enquanto há apenas 12 itens. 

Mas os apps são muito fracos. O calendário, por exemplo, simplesmente abre a versão web do Google Calendar e o app do Facebook mostra a mesma coisa que você veria em Facebook.com.

Aliás, o Mailbird parece incorporar o Google Chrome de alguma forma. Quando experimentei o app do Google Drive, o site me avisou que eu estava usando uma versão antiga do Chrome e me ofereceu uma atualização do navegador. Os alertas de login do Facebook também me disseram que eu estava usando o Chrome quando fiz login no “app” do Facebook no Mailbird.

Conclusão

O Mailbird se saiu muito bem em meus testes e foi rápido ao recuperar mensagens. Só tive problemas quando fui usar os “apps”: por várias vezes tive de reiniciar o Mailbird quando um app congelou, e uma vez o programa fechou sozinho quando alternei rapidamente entre apps.

Mas não podemos recomendar o programa no atual estado beta. Embora o software pareça ter um futuro brilhante à frente, o suporte pra lá de limitado a serviços e a restrição no número de contas efetivamente restringem o programa aos usuários do GMail que só tem uma conta.

Ainda assim, o Mailbird é rápido, e oferece bons recursos sem frescuras. Os usuários mais avançados podem ficar desapontados com a falta de recursos, mas estou interessado em ver como será a versão final.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail