Home > Notícias

Conheça o protótipo de robô doméstico, da Toshiba, controlado por voz

Com 27cm de altura, ApriPoco reconhece aparelhos na casa graças ao controle remoto e será capaz de obedecer ordens recebidas oralmente.

Por IDG News Service/EUA

31/03/2008 às 9h39

Foto:

160_120Se você se tornou refém do acúmulo de controles remotos na sua sala de estar, sem saber exatamente a função de todos aqueles acessórios para diferentes gadgets, talvez a Toshiba tenha a solução.

A empresa anunciou nesta segunda-feira (31/03) o protótipo de um robô doméstico que funciona como controle por voz para qualquer aparelho com controle remoto.

>Confira fotos do ApriPoco

O robô é chamado "ApriPoco", nome que mistura o nome anterior do robô, ApriAlpha, com a expressão italiana "poco a poco", em referência à maneira como o robô aprende comandos de seus usuários, afirmou Daisuke Yamamoto, pesquisador do laboratório da Toshiba em Kawasaki, cidade perto de Tóquio.

Ao ser ativado dentro de uma sala, o robô registra os controles presentes por meio da interface infravermelho e pergunta ao usuário o que ele está fazendo. Ao ouvir as respostas, o robô começa a aprender o significado de cada sinal e, eventualmente, imitar o controle quando o usuário lhe pede.

O robô também tem a habilidade de lembrar nomes e gêneros de programas, mas ainda não pode consultar o guia de programas, por exemplo, para encontrar atrações na grade da TV a partir de apenas um comando do usuário.

Em demonstração no laboratório, o ApriPoco conseguiu ligar e desligar a TV, o ar condicionado e a lâmpada em resposta aos comandos de Yamamoto.

O usuário tem que falar claramente e usar linguagem simples para que seja entendido pelo robô. Pesquisadores da Toshiba comparam a linguagem exigida pelo robô com a usada por uma mãe para falar com seu bebê - a Toshiba afirma que isto também tem relação com o visual do robô, que lembra uma criança pequena.

O ApriPoco tem 27 centímetros de altura e um corpo redondo com asas que substituem os braços com grandes olhos.

Até agora, o sistema de reconhecimento de discurso não está presente no robô. Metade das funções do robô, incluindo o reconhecimento de voz, roda em um laptop perto do humanóide, que deverá ser integrado à próxima versão do protótipo.

A Toshiba quer desenvolver um robô como produto comercial, mas exigirá mais desenvolvimento até que o ApriPoco seja colocado nas prateleiras.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail