Home > Notícias

Conheça os mais novos e bem elaborados boatos que circulam na internet

Steve Jobs sendo processado pela Apple? Extraterrestres no Haiti? Algumas mentiras quase conseguem virar verdades na internet.

Por Computerworld / EUA

15/02/2008 às 19h28

Foto:

Você foi pego. Algum geek engraçadinho o convenceu a clicar 100 vezes no logo do Gmail para, de alguma forma secreta, ter acesso à versão beta da Google TV. Como qualquer bom boato da internet, os sujeitos que criaram o do Google TV sabiam que a todo minuto nasce um usuário mais ingênuo na rede – talvez a todo segundo.

Esse tinha todos os requisitos para persuadir as pessoas: um produto ou serviço que é difícil de se obter, embora seja intensamente desejado, uma marca na qual as pessoas confiam, um internauta distraído e um formato de vídeo viral.

Leia também:
> Phishing scams: entenda como ele funcionam
> Galeria: veja algumas imagens de phishing scams

No ano passado, surgiram diversos tipos de boatos – vídeos e blogs, na maioria das vezes. De certa forma, essa é uma tendência perturbadora porque a internet já tem informações imprecisas suficientes como as de conteúdos da Wikipedia ou de blogs opinativos. Existem inúmeros boatos antigos que foram vastamente comentados, mas selecionamos seis dos mais recentes e mais bem elaborados. 

Google TV
A cilada da Google TV foi uma das melhores dos últimos tempos. Mark Erickson é o geek que explica como cair nessa balela. Essa tinha uma característica clássica: era tão complicada e inédita que parecia real. Era preciso seguir muitas instruções detalhadas e então clicar no logo do Gmail repetidas vezes até que o link para a versão beta da Google TV aparecesse.

Uma vez inscrito, você poderia assistir a todos os episódios do seriado Prison Break sem pagar um centavo – o que é outro excelente incentivo. Mas o que deixou o boato ainda mais convincente é que ele estimulou vários outros, como vídeos que mostravam um passo-a-passo para realizar a peripécia.

UFOs no Haiti
Duas espaçonaves voando são filmadas por uma assustadora câmera trêmula no Haiti.
++++
Como o filme de monstros Cloverfield, o vídeo da espaçonave do Haiti era um bom boato porque os efeitos especiais eram de ótima qualidade – mas não tão reais quanto uma superprodução de Hollywood.

Leia também:
> Cuidado com links patrocinados
> As 15 maiores farsas da internet

O jornal Los Angeles Times revelou quem era o guru de efeitos especiais francês que criou o vídeo, embora “Barzoff” (como foi chamado pelo jornal) estivesse surpreso com a conseqüência de seu trabalho. Curiosamente, o vídeo foi o precursor de um filme real sobre dois rapazes que criam um boato de internet sobre extra terrestres e se complicam por causa disso.

Metalosis Maligna
Outra vez, excelentes efeitos especiais e um tom de seriedade conseguem enganar até os mais astutos espectadores. Relativamente velho (o vídeo foi lançado há um ano), o documentário “Metalosis Maligna” funcionou em vários níveis: conquistou o interesse de técnicos, mexeu com o medo da tecnologia e parecia inquestionavelmente verídico. O Metalosis foi descrito como “uma doença que afeta pacientes com implantes”.

Uma imagem panorâmica sobre implantes do corpo humano e um ruído ininterrupto como trilha sonora provocaram a histeria do público. Como o boato da Google TV, esse também afeta nosso desejo de descobrir fatos inéditos que ninguém conhece.

O filme usa gráficos bem elaborados e entrevistas com supostos especialistas e se inspira no estilo dos documentários de Michael Moore. Um site com o mesmo nome – Metalosis.com -, que inclui anúncios do Google e links para mais informações, torna a história ainda mais confiável.

Processo contra Steve Jobs
Falso Steve Jobs é processado pela Apple. O boato de um boato. O falso Steve Jobs é na verdade o blogueiro Daniel Lyons, que fez mantinha um blog como se fosse o fundador da Apple.

Antes das férias de natal, Lyons escreveu que estava sendo processado pela Apple por ter revelado informações sigilosas da empresa. Foram publicados vários comentários no blog declarando que estavam do lado de “Jobs”. 

Uma das razões desse boato ter ganhado credibilidade foi o “timing”. No momento em que técnicos estavam prestes a tirar férias, eles se depararam com um escândalo. Isso tudo funcionou em parte porque todos nós gostamos de escândalos e em parte porque somos incapazes de parar de ler blogs.
++++
Bomba nuclear tcheca
A explosão em si não parece real, mas a explicação do que eles estão mostrando é convincente. Bombas nucleares não são nada engraçadas, mas este boato era mais do que uma falsa explosão nuclear.

Hackers invadiram uma estação meteorológica tcheca e transmitiram o que parece ser um vídeo de uma bomba explodindo enquanto a câmera se aproxima e se afasta da cena. O vídeo foi parar no YouTube e lá se tornou viral – especialmente em blogs. Os hackers, que faziam um experimento artístico, agora cumprem três anos de prisão.

A garrafa brilhante de Mountain Dew
Acenda uma garrafa do refrigerante Mountain Dew com produtos caseiros. Sim... Com certeza. Mais um vídeo instrumental supostamente ensina como fazer uma garrafa de refrigerante brilhar com a intensidade de uma tocha de neon, usando produtos caseiros.

A idéia é um pouco boba - misture uns ingredientes e veja os fantásticos resultados - mas a estratégia é eficiente como a de diversos boatos: algo que as pessoas têm tanta curiosidade de fazer, que acabam se esquecendo de duvidar.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail