Home > Dicas

Os melhores aplicativos para trabalhar com fotografia no iPad

Selecionamos alguns dos principais apps iOS para fotógrafos mais sérios e profissionais. Lista inclui programas pagos e gratuitos.

Macworld / EUA

07/02/2013 às 11h07

ipadphotoapp_435.jpg
Foto:

Fotógrafos mais sérios e/ou profissionais precisam de ferramentas que possam ajudá-los a terem fotos de forma mais rápida e eficiente. Pensando nisso, escolhemos os melhores aplicativos de iPad para ajudá-los a fazerem seu trabalho, incluindo os principais apps para catalogar, calibrar, controlar remotamente, medir, e colocar marcas d’água em suas imagens.

Datacolor Spyder Gallery

Precisão de cor é algo vital para temas fotográficos como moda e arquitetura, razão pela qual fotógrafos profissionais utilizam sistemas de calibração de cor para terem cores precisas em seus monitores e impressoras. Infelizmente, o iPad não foi feito com isso em mente, por isso não há como calibrar a tela do tablet. O aplicativo gratuito Spyder Gallery adota uma abordagem diferente: em vez de calibrar a tela, ele faz uma medição do display do iPad, e então ajusta as cores das suas fotos para que elas sejam exibidas de maneira correta.

Você pode então usar o programa para exibir qualquer foto armazenada no iPad, e ela estará bem calibrada – desde que a câmera e o monitor usados no clique e na edição, respectivamente, também estivessem calibrados. Também é possível mudar entre as versões calibrada e não calibrada. 

Veja também:

- 5 apps essenciais de fotografia para iPhone e iPad

spydergalleryipad01.png

DSLRBot

Controles remotos tornam suas câmeras mais flexíveis, te permitindo fazer coisas como realizar exposições bem longas, time lapses, ou fazer imagens a partir de vários ângulos ao mesmo tempo. Esse app gratuito transforma o iPad em um poderoso controle remoto para a sua câmera. Essa conexão entre tablet e câmera pode ser alcançada de várias maneiras, incluindo um controle IR, controle por cabo, ou um link via Bluetooth. Isso envolve comprar seu próprio transmissor IR ou cabo, e o app oferece instruções compreensivas ou links para a compra de cabos pré-prontos. As funções que podem ser controladas remotamente variam de câmera para câmera (e pelo método de conexão usado), mas a maioria das máquinas te permite controlar obturador, zoom, diafragma/abertura. E é muito mais fácil levar um tablet para lugares remotos do que um laptop.

ShutterSnitch

Esse aplicativo que custa 16 dólares transforma seu iPad em uma tela de preview rápido para sua câmera. Coloque um cartão EyeFi ou um controle wireless na sua câmera, e ele mostra imagens capturadas na sua câmera alguns segundos depois do registro. Isso significa que você pode usar a grande e brilhante tela Retina do iPad para olhar mais de perto suas imagens. É possível fazer o movimento de “pinça para zoom” ou até mesmo ver o preview em um projetor ou tela maior (desde que devidamente conectados ao tablet). Caso goste da imagem, pode marcar, salvar ou enviá-la para outro local via e-mail ou FTP.

shuttersnitchipad01.jpg

Photosmith

Muito fotógrafos usam o Adobe Lightrom para organizar e catalogar suas fotos. Mas não há uma versão iOS desse app, por isso é difícil levar sua coleção completa pela estrada, ou adicionar imagens “on the air”. O Photosmith (US$15) preenche esse buraco, oferecendo a habilidade para importar, marcar, classificar, e agrupar imagens, deixando-as prontas para serem movidas para Lightroom no seu computador. O app em questão pode importar imagens de um cartão de memória conectado ao iPad (com o kit de conexão de câmera da Apple); ou do rolo de câmera caso queira importar imagens feitas com o próprio tablet da Apple.

PhotoCalc

Como a fotografia envolve muitos números, é interessante para um fotógrafo poder fazer suas contas de forma rápida no iPad. O app PhotoCalc (US$3) é um calculador para fotógrafos, que calcula coisas como profundidade de campo, reciprocidade, e exposição de flash – todas pode ser úteis quando se está tirando fotos. O software também pode fazer outras tarefas, como conversões de temperaturas de cor, te permitindo saber qual filtro é o certo para converter tungstênio em “luz do dia”, por exemplo. Além disso, o PhotoCalc também inclui calculadores de pôr-do-sol e nascer-do-sol, que podem ajudar quando se está planejando uma foto.

Impression

Uma das primeiras lições que o fotógrafo iniciante aprende é "marcar" seu trabalho. Adicionar uma simples marca d'água a uma foto evita que ela seja usada de forma indevida por um cliente antes do pagamento, ou pelo menos torna esse uso errado mais óbvio. O Impression, que custa 2 dólares, torna essa tarefa simples no seu aparelho iOS. É possível usá-lo para carregar uma foto, adicionar uma marca (discreta ou não), e salvá-la.  Para isso, é possível usar qualquer tipo de texto (incluindo um símbolo de direitos reservados).

impressionipad01.jpg

SoftBox Pro e SoftBox

Os fotógrafos lidam com luz o tempo todo, mas as vezes simplesmente não há o suficiente. Muitas vezes, você precisa de apenas um toque para preencher uma sombra, ou um spot de cor para destacar uma parte de um objeto. Em vez de levar um kit completo de iluminação com você, que tal usar seu tablet? O SoftBox Pro (S$2) e o SoftBox  (gratuito) transformam a tela do seu iPad em uma fonte de luz customizável. Eles te permitem controlar a intensidade da luz e da cor, assim como adicionar uma forma à iluminação. Isso pode ser muito útil quando se está fazendo imagens de pequenos objetos de vidro. A iluminação da parte inferior do objeto pode destacar a textura do vidro. Também há texturas disponíveis, por isso é possível criar um fundo backdrop para uma foto de um pequeno objeto sem precisar imprimi-la. Esses apps também podem ser úteis para quando você está olhando por slides e negativos antigos, criando uma caixa de luz improvisada.

Óbvio que não se deve esperar nenhum milagre desses apps. A luz emitida mesmo na configuração mais brilhante do iPad não fica nem perto da iluminação fornecida por uma luz apropriada. Mas podem ser úteis para quando você precisa apenas daquele toque extra de luz, ou precisa fazer uma foto e você (ou seu assistente) esqueceu daquele refletor de mão.

FotometerPro

Medir a luz para uma foto é uma tarefa complicada, e nunca é demais ter um fotômetro na bolsa/mochila para dar uma ajuda. O app Fotometer Pro (US$1) transforma seu tablet em um medidor de luz que pode ser usado para medir tanto luz refletida quanto incidental. Ele faz isso usando as duas câmeras do iPad (frontal e traseira), o que torna possível mudar facilmente entre elas. O app também traz um visual de medidor de luz clássico dos anos 1950, o que pode ser legal para o pessoal “das antigas”. Para usá-lo, é preciso selecionar o ISO e a abertura usando os “anéis” na parte de cima, e o medidor te dá a velocidade do obturador na parte inferior. Um timer te permite realizar exposições com durações que variam entre 1 segundo e 16 horas. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail