Home > Notícias

Consumidores enfrentam filas para comprar o iPhone 4; espera chegou a uma semana

Fã da Apple de 25 anos acampou na porta de uma loja em Dallas no dia 17/6 para ser o primeiro da região a adquirir o novo celular

IDG News Service

24/06/2010 às 10h24

Foto:

O início das vendas do iPhone 4 nas lojas japonesas, nesta manhã de quinta-feira (24/6), causou longas filas para as centenas de pessoas que aguardavam, do lado de fora, da Apple Store, localizada na região de Ginza, e de uma loja da Softbank, empresa japonesa de dispositivos móveis. Nas filas, era possível encontrar pessoas acampadas, desde a noite de ontem, informou o jornal Nikkei Keizai Shinbun. 

Em Nova York, pessoas também se aglomeraram do lado de fora da Apple Store da Quinta Avenida, onde o telefone foi colocado à venda um pouco depois das 7h, hora local. O clima na fila era festivo, com as pessoas buzinando e comemorando. E teve gente que chegou muuuito cedo. Justin Wagoner, de 25 anos, montou sua barraca na revenda da rua Knox, em Dallas no dia 17/6. Na França, a atmosfera era moderada, sem grandes filas nas três lojas visitadas pela reportagem.

O iPhone 4 foi colocado à venda às 08:00h, horário de Tóquio, e estará, inicialmente, à venda nos Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido e Japão. Até o final de setembro, o aparelho deve estar disponível em mais 88 países, lista que deve incluir o Brasil.

filaiphone4

Fila de compradores nos Estados Unidos: teve gente que chegou uma semana antes...

O novo produto da Apple foi declarado um sucesso de vendas antes mesmo de chegar às lojas, mas não sem alguns imprevistos. Em junho, a Apple e operadora americana AT & T começaram as pré-vendas do aparelho, o que resultou na queda dos sites, devido ao grande número de encomendas, deixando os potenciais compradores frustrados e irritados. 

No dia seguinte, a AT & T, suspedeu a compra e pediu desculpas, alegando que a procura do iPhone 4 era "muito maior do que a companhia esperava". Segundo a Apple, cerca de 600 mil iPhones estavam disponíveis.

As filas começaram a se formar com dias de antecedência nas lojas no Japão e nos Estados Unidos para comprar o novo aparelho. "Primeiro de tudo, a tela é tão bonita que você não pode sequer ver os pontos", disse Manayabu Ishiyama, que estava em uma fila do lado de fora de uma loja em Tóquio, olhando para o novo dispositivo. 

As pessoas também se enfileiraram em uma loja da Apple, em Boston, um dia antes do lançamento do iPhone. "Sei que há coisas mais importantes acontecendo no mundo, mas é divertido estar aqui", disse o primeiro da fila em Boston, Curtis Glavin.

O iPhone 4 é mais fino do que seus antecessores. O dispositivo tem 9,3 milímetros de espessura, cerca de 24% mais fino que o iPhone 3GS, e um display de 3,5 polegadas. A resolução do aparelho é de 960 x 640 pixel, e com cerca de quatro vezes mais pixels do que a versão anterior.

Foram incluídas mais de 100 novas funcionalidades, incluindo uma câmera para videoconferência, um processador mais rápido  (1 GHz, A4) e o dobro de memória. Com uma bateria de maior vida útil, ele ainda oferece sete horas de conversação e seis horas de navegação na Web (em uma rede 3G), 10 horas de navegação por redes Wi-Fi, 10 horas de reprodução de vídeo e 40 horas de música.

O smartphone será capaz de gravar vídeo em 720p, com 30 frames por segundo. Para videoconferência, a Apple lançou o aplicativo FaceTime para chamadas de vídeo, que, por enquanto, funcionará através de redes Wi-Fi.

O telefone utiliza o IOS 4, que foi anunciado em abril e disponibilizado esta semana. O novo sistema operacional traz recursos de multitarefa, ausente nas versões anteriores, que eram capazes de executar, ao mesmo tempo, somente aplicativos selecionados.

Nos Estados Unidos, o smartphone custa 199 dólares para o modelo de 16 GB e 299 dólares para um modelo de 32 GB, com dois anos de plano de dados.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail