Home > Notícias

Consumo elevado pode levar à proibição de TVs da plasma na Europa

Modelos de plasma consomem mais energia que os televisores de LCD ou tubo e podem ter venda proibida dentro do bloco econômico.

Redação da PC Advisor / UK

12/01/2009 às 14h33

Foto:

As grandes TVs de plasma consomem mais que o dobro de energia do que os modelos de LCD e de tubo. Por isso mesmo, elas podem ser banidas da União Européia. É o que diz uma nova lei de proteção ao ambiente, que fixa metas de desempenho para televisores, impedindo que modelos que consumam muita energia ou emitam muito gás carbônico sejam comercializados.

Segundo a União Européia, uma TV de plasma de 42 polegadas consome 822 kW de energia por ano. Um televisor do mesmo tamanho, mas de LCD, consome 350 kW durante o mesmo espaço de tempo.

“Padrões mínimos de desempenho devem ser estabelecidos na Europa durante esta primavera e isso deve levar ao fim das TVs mais ineficientes”, informou o bloco econômico. Um novo sistema será usado para identificar os modelos mais eficientes.

De acordo com o Departamento para o Ambiente, Alimentos e Questões Rurais (Defra, na sigla em inglês), o tamanho dos televisores aumentou consideravelmente nos últimos anos e, com isso, aumentou também o consumo de energia das residências.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail