Home > Notícias

Cracker sueco é acusado de roubar código-fonte de roteadores da Cisco

Segundo Justiça dos Estados Unidos, Philip Pettersson roubou o código-fonte do IOS, sistema operacional da Cisco.

IDG News Service / EUA

06/05/2009 às 8h28

Foto:

Um sueco foi indiciado na terça-feira por ter participado no roubo do código-fonte do IOS (Internetwork Operating System), sistema operacional usado nos roteadores da Cisco, responsáveis por boa parte da infra-estrutura de internet atual.

Philip Gabriel Pettersson, 21, foi indiciado uma vez por invasão e duas vezes por apropriação indevida de segredos comerciais. Ele ainda foi indiciado em dois casos de invasão a servidores da Nasa, a agência espacial norte-americana.

Segundo a Divisão de Crimes do Departamento de Justiça dos EUA e Joseph Russoniello, promotor do Distrito da Califórnia, Petterson só pôde ser indiciado depois de uma extensa investigação do FBI, agência de investigação norte-americana.

Petterson foi identificado como “Stakkato”, hacker que teria invadido os servidores da Cisco entre 12 e 13 de maio de 2004. Outras invasões a grandes sites foram realizadas por Stakkato na mesma época.

No total, Petterson soma cinco indiciamentos e cada um deles pode render até 10 anos de prisão, mais multa de 250 mil dólares. Se o cracker for condenado em instância máxima em todos os casos, ele pode ser sentenciado a 50 anos de prisão e multa de 1,25 milhão de dólares.

O sistema IOS é o coração dos roteadores e switchers da Cisco, além de outros produtos da empresa. Em maio de 2004, partes do código-fonte do sistema operacional foram roubados e publicados em um site russo.

Na ocasião, especialistas em segurança disseram que isso poderia ser prejudicial à internet, já que crackers poderiam usar as informações para atacar os equipamentos que sustentam a rede mundial de computadores.

pcw_logo_twitter_73.jpg
> Siga PC WORLD no Twitter em http://twitter.com/pcworldbrasil

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail