Home > Dicas

Crie gráficos sem usar o Excel

Alguns serviços online permitem gerar gráficos que ajudam a tornar uma apresentação menos chata e monótona

Richard Morochove, PC World / EUA

09/03/2009 às 15h23

grafico_excell_150.JPG
Foto:

grafico_excell_150Números são a forma mais adequada de as empresas demonstrarem seus resultados. Porém, querer que as pessoas consigam acompanhar seu raciocínio a partir de uma amontoado de dados e mais dados, distribuídos em colunas e linhas é exigir demais. Por isso os gráficos se tornam uma ferramenta importante e você deve usá-los sempre que possível.

A representação gráfica permite visualizar de forma clara e precisa qualquer evolução ou comparação que se queira fazer (ou não teriam inventado a máxima que diz que 'uma imagem vale mais que mil palavras' - ou números).

Claro, nem todos são especialistas em Excel, talvez a ferramenta usada para transformas números em gráficos mais usada por quem trabalha com PCs. E convenhamos: não é lá muito simples criar um gráfico a partir de uma planilha que seja visualmente atraente e que, ao mesmo tempo, consiga transmitir tudo o que se deseja de forma clara e concisa.

Leia também:
> Saiba vincular dados do Excel no Word e PowerPoint
> Importe facilmente arquivos PDF para o Excel
> Três dicas para criar simples gráficos no Excel
> Vinte dicas para Excel

E tem mais: como lidar com isso caso não tenha o cara Excel instalado. Ok. Você pode utilizar uma versão gratuito de aplicativos de escritório, como o OpenOffice. Mas saiba que há boas opções na web que, no máximo, exigem instalar um plug-in no computador.

vizlyticz_300.jpg

Uma dela é o LogiXML VizLytics, uma ferramentas simples e gratuita (ainda em beta) de visualização de dados que permite pular a a parte dos cálculos e se focar apenas na montagem da apresentação.

O serviço deixa o usuário montar os dados da forma que quiser e oferece diversas maneiras de serem visualizados. E você ainda pode compartilhar o resultado com outras pessoas.

Pode-se montar gráficos em forma de barras, linhas, pizza, entre outros e a aplicação orienta você quanto à cusmotização do layout, uso ou não de legendas, etc.

Ao contrário do Microsoft Excel, o Vizlytics não ajuda você a criar ou até mesmo organizar seus dados. Em vez disso, você deve importar seus dados para o VizLytics a partir de trabalhos do Excel, do Google Docs ou de um arquivo CSV, por exemplo.

vizlyticz_III_300.jpg

Depois de importar seus dados, você poderá criar o estilo de gráfico que quiser. O VizLytics permite que você arraste e solte estilos visuais diferentes - como gráficos de linhas e barras - para ver como ficou. Se você não quiser exibir todos os dados em uma só visualização, você pode selecionar somente as colunas necessárias.

Se estiver satisfeito com o resultado, você pode convidar outras pessoas por e-mail para visualizar seu gráfico e inserir comentários. E uma versão paga do serviço será lançada ainda este ano e terá suporte para grupos de trabalho.

Opção mais rebuscada
Se você achar as opções de gráficos do VizLytics limitadas, dê uma olhada no EditGrid. Este software, também online e gratuito, é muito útil especialmente se você quer exibir dados financeiros originários de outros serviços online, como as informações da bolsa de valores e taxas de câmbio. Ele suporta mashups do Google Charts, Reuteurs, Yahoo Finance, entre outros.

editgrid_350.jpg

Além disso, o programa também oferece a possibilidade de se compartilhar online seus gráficos e suporta até 2MB de arquivos de planilha para que você possa gerar gráficos gratuitamente (as versões pagas oferecem suporte para mais de 8MB).

Gráficos ruins
Montar gráficos não é uma tarefa fácil. Muitas vezes a impressão é de que aqueles dados na planilha são muito mais compreensíveis se estiverem escritos em um relatório. Alguns tipos de gráficos não casam com certos dados e podem deixar a apresentação mais cansativa.

Uma das melhores formas de saber o que funciona e o que não funciona é conhecer os tipos de gráficos ideais para cada ocasião. Uma dica é acessar o site Bad Charts, um site criado a partir do livro Just Plain Data Analysis (de Gary Klass), que oferece uma grande amostra de gráficos que possuem um design ruim e os motivos que os tornam ruins..

Entre eles estão os gráficos em pizza que não somam 100% em seus dados, distorções proporcionadas devido a efeitos 3D desnecessários e informações confusas são algumas das dicas que devem ser evitadas na hora de montar seu gráfico.

grafico_muitos_porcento_350.jpg

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail