Home > Notícias

Criminoso que dizia ter 1,5 milhão de contas do Facebook é identificado

Cracker vinha anunciando, em fóruns na internet, que venderia senhas a preços baixos – até US$45 por cada lote de 1000.

Por Robert McMillan / IDG News Service

13/05/2010 às 19h22

Foto:

O Facebook identificou o cracker que tentou vender 1,5 milhão de contas do serviço em fóruns na internet. De nome Kirllos, o criminoso é responsável tanto por invadir as contas quanto por tentar vendê-las.

Kirllos foi localizado pela primeira vez há algumas semanas por uma equipe da VeriSign iDefene. Ele dizia ter uma grande quantidade de logins da rede social e que estava disposto a vendê-los a preços baixos – US$25 a US$45 dólares a cada 1000 contas, dependendo da importância das senhas requisitadas.

Neste mesmo fórum, o cracker anunciava que já havia vendido algo em torno de 700 mil acessos, informação esta que nenhum investigador soube precisar se era verdadeira.

Segundo o porta-voz do Facebook, Simon Axten, a identificação de Kirllos foi feita a partir de seu endereço IP e de suas contas na internet. Para ele, o criminoso não representa grande perigo.

De fato, o cracker conseguiu o acesso de várias contas a partir do envio de mensagens com arquivos infectados, mas, de acordo com Axten, esse número não ultrapassa alguns milhares:

“O número de logins encontradoS e recuperadoS é menor do que o reportado. Nós apagamos todas essas senhas e informamos seus legítimos donos”.

Apesar de ser russo, Kirllos cometeu as ilegalidades de outro país. Logo após anunciar as contas em fóruns na internet, desapareceu e não respondeu às investidas dos investigadores, tornando difícil sua localização e detenção.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail