Home > Notícias

Crise: Google enxuga portfólio de serviços online menos populares

Como forma de economizar recursos em desenvolvimento, serviços gratuitos impopulares ou redundantes serão eliminados pelo Google.

IDG News Service/Reino Unido

15/01/2009 às 10h27

Foto:

O Google irá eliminar ou interromper o suporte a vários serviços online gratuitos como forma de economizar seus recursos de engenharia.

Alguns dos serviços são os que apresentam popularidade baixa ou, no caso do Google Video, estão em redundância com outros serviços pertencentes à empresa, como o YouTube.

As mudanças demostram que até mesmo o Google - empresa que teve um crescimento espetacular em apenas 10 anos de existência - está ajustando suas operações com alguns cortes prudentes durante o difícil momento da economia mundial.

A empresa detalhou que as mudanças em vários blogs na quarta-feira (14/01). Uma das mais notáveis é que o Google decidiu parar de desenvolver o Jaiku, uma plataforma de microglogging adquirida em 2007 e seria um concorrente do Twitter. O serviço seria lançado dentro do projeto de código aberto sob licença Apache.

Outros serviços finalizados serão o Mashup Editor, uma plataforma AJAX para desenvolvimento de aplicativos online e o Dodgeball.com, uma rede social móvel.

O Google Notebook também não receberá novos usuários. A ferramenta organizacional online no qual as pessoas podem criar notas e compartilhá-las continuará apenas para usuários já registrados.

As mudanças foram anunciadas no mesmo dia em que o Google disse que demitirá 100 recrutadores de talentos. A empresa também planeja fechar escritórios de engenharia no Texas, Noruega e Suécia, transferindo 70 engenheiros para outras unidades para melhor coordenar seus esforços em desenvolvimento.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail