Home > Notícias

Cuidado: download falso do Google OS circula pelo twitter

O arquivo, que já não está mais disponível, era uma versão hackeada de uma distribuição Linux.

Ramu Nagappan, da PC World/EUA

28/10/2009 às 21h03

Foto:

Para os fãs do Google, o trick-or treat do Halloween chegou mais cedo. Hoje, alguns posts no Twitter sugeriram que o gigante buscas havia liberado uma versão de testes de seu tão esperado sistema operacional, o Chrome OS. Uma página web com cara de “oficial” oferecia a oportunidade de baixar a versão beta pública com um appliance para o Vwmare. Mas o download era falso. O site, hospedado dentro do serviço de hosting do Google, desde então foi tirado do ar.

A notícia da liberação tinha tudo para ser crível já que o Google anunciou esta semana o Android 2.0, sistema operacional primariamente destinado a dispositivos móveis, e também pelo fato de estar próximo aos lançamentos dos sistemas operacionais da concorrência – Snow Leopard (Apple) e Windows 7 (Microsoft).

Em julho, o Google informou que pretende entregar o Chrome OS na segunda metade de 2010, mas versões prévias do sistema operacional estão sendo ansiosamente esperadas ainda para este ano.

Com tudo isso no horizonte, era plausível, então, supor trata-se mesmo de um download real. A decepção vinha quando os usuários percebiam que o download trata-se de uma versão hackeada de uma distribuição Linux qualquer. E esta não foi a primeira vez que isso ocorreu.

Em setembro, telas piporaram na web como sendo imagens reais do Chrome OS, provadas mais tarde como tendo sido criadas por um internauta.

Quando, de fato, o verdadeiro sistema der o ar da graça, ele será um sistema operacional baseado em Linux, mas será estruturado em torno do navegador Chrome, do próprio Google, e tão minimalista e não obstrutivo quanto possível.

O gigante de buscas já informou que o Chrome OS será pioneiro, com um novo sistema de gerenciamento de janelas. O próprio browser ainda é um aplicativo destinado para a plataforma Windows – a versão para Mac está disponível apenas em teste para desenvolvedores.

A meta do Google é proporcionar um sistema operacional leve, de código aberto e livre de problemas ligados à segurança. Pelo fato de ser construído a partir do - e, quem sabe, estar intimamente relacionado com o – Chrome (browser), é muito provável que a interface do usuário seja movida do desktop para a web, dando força à computação em nuvem e às aplicações baseadas em internet.

Esperamos mesmo ver uma versão do Chrome OS aparecendo em breve. Mas, enquanto isso, é melhor ficar atento quanto a rumores e conferir suas fontes antes de tuitar por aí.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail