Acrobat Connect Pro permite seminários web para até 80 mil pessoas

É como se tivesse se todos os torcedores de um Morumbi lotado pudessem participar simultaneamente de uma web conference.

https://pcworld.com.br/dados-review/acrobat-connect-pro-permite-seminarios-web-para-ate-80-mil-pessoas/
Clique para copiar

Maior, mais barato e mais seguro. É assim que a Adobe descreveria a atualização do Acrobat Connect Pro, seus software e serviço de web meeting.

Ele certamente é maior. A versão 7.5 do aplicativo pode, agora, proporcinour apresentações online para até 80 mil participantes, muito mais que os atuais 1,5 da versão anterior do software. E gente suficiente para lotar o estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, em São Paulo. E muito mais do que a concorrência é capaz de lidar: Microsoft Office Live Meeting 2007 (2,5 mil); Citrix GoToWebinar e Cisco WebEx Event Center, cada um com 3 mil participantes no máximo.

Ainda que um seminário web com 80 mil participantes seja algo raro de ocorrer, uma capacidade maior de audiência poder ser de grande utilidade para grandes empresas ou governos para a promoção de eventos públicos, ou mesmo para universidades quando promovem palestras de grande interesse.

O Acrobat Connect Pro agora também pode lidar com seminários baseados em chamadas de voz com os participantes conectados por meio de linhas de VoIP (Voz sobre protocolo IP). O aplicativo está ainda mais integrado a serviços de teleconferência como Premiere Global Services, Meeting One e InterCall.

A ferramenta permite que os palestrantes criem lista de aplicativos que podem ser compartilhadas com a audiência durante os seminários online – serviço complementar oferecido pela Adobe na plataforma LiveCycle Content Management e que desde outubro, conta com uma oferta no modelo de computação em nuvem.

Oferecido em um pacote que envolve software e serviços, o Acrobat Connect Pro tem apresentado boa aceitação pelo mercado, apesar da economia estagnada, uma vez que reuniões remotas têm substituído encontros de negócios realizados pessoalmente, afirmou o vice-presidente da Adobe, Arun Anantharaman. Segundo ele, o uso de versão web da ferramenta mais que dobrou em 2008.

tags

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site