Home > Notícias

Defensores do Linux investigam patentes usadas em ação contra TomTom

Mesmo com acordo já fechado, Open Innovation Network publica detalhes sobre três patentes envolvidas e pede ajuda da comunidade.

IDG News Service / EUA

29/04/2009 às 11h45

Foto:

O grupo que defende o Linux Open Innovation Network está pedindo que entusiastas da plataforma examinem as três patentes citadas pela Microsoft para processar a fabricante de GPSs automotivos TomTom em busca de algo que possa invalidar as patentes e, consequentemente, o processo, anunciado em fevereiro.

Informações da patente publicadas antes da sua aprovação que descrevem tecnologias semelhantes poderiam inviabilizar o processo, diz o grupo.

As duas empresas já anunciaram um acordo no final de março em que a TomTom concordou em pagar uma quantia não revelada para usar patentes referentes a tecnologias para navegação automotiva e para gerenciamento de arquivos.

O acordo preocupou a comunidade Linux já que patentes envolviam tecnologias usadas no sistema Linux que a TomTom explora em seus gadgets.

São tradicionais as ameaças que a Microsoft faz contra a comunidade de software livre, alegando que muitos das suas patentes são quebradas por distribuições de Linux.

O processo contra a TomTom levantou dúvidas se a Microsoft poderia perseguir outras companhias usando tecnologias similares em ações mais agressivas.

Ao anunciar o processo, a Microsoft afirmou que seu alvo não era o software livre, mas a implementação específica que a TomTom fez das tecnologias no kernel do Linux.

pcw_logo_twitter_73.jpg
> Siga PC WORLD no Twitter em http://twitter.com/pcworldbrasil

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail