Home > Notícias

Dell quer reduzir consumo de energia de micros em 25% até 2010

Medida visa combater aquecimento global e reduzir custos operacionais dos clientes; PCs da marca já tiveram ganhos de até 50%.

Redação do IDG Now!

14/05/2008 às 14h20

Foto:

A Dell anunciou nesta quarta-feira (14/05) planos para diminuir o consumo de energia de seus desktops e notebooks em até 25%, "evitando emissões de milhões de toneladas de CO2", segundo o anúncio da companhia.

Para tanto, a fabricante norte-americana pretende aprofundar a integração de componentes certificados pelo programa Energy Smart, que indica equipamentos e apresenta tecnologias que ajudam a diminuir o consumo de energia.

A Dell, segundo o anúncio, está trabalhando também próxima à sua base de fornecedores de suprimentos para criar componentes, como chipsets, fontes de alimentação e memórias, mais eficientes.

Até 2010, a empresa espera cortar o consumo médio de energia dos seus equipamentos em até 25%. A iniciativa se junta a outras semelhantes anunciadas pela Dell nos últimos anos, que fizeram com que as linhas OptiPlex e Latitude tivessem ganhos de eficiência de 50% e 16%, respectivamente, desde 2005.

De acordo com a fabricante, as medidas de economia de energia implementadas na linha de desktops OptiPlex evitaram que seus usuários gastassem 2,4 bilhões de dólares em manutenção evitando a emissão de cerca de 23 milhões de toneladas de CO2.

Em 2006, a fabricantes anunciou o Dell Recycling, um programa mundial de reciclagem no qual equipamentos antigos poderão ser enviados à Dell para que sejam descartados apropriadamente.

No ranking elaborado pelo GreenPeace sobre as companhias de tecnologias mais verdes, a Dell aparece no pelotão intermediário a alguns pontos de distância dos líderes.

Na edição divulgada em março de 2008, a companhia atingiu nota 7,3, ocupando a quarta posição empatada com Sony e Lenovo. Samsung e Toshiba aparecem na liderança do ranking empatadas com nota 7,7.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail