Home > Notícias

Depois do iFone, agora é a vez do iPed e do Apad

Tablet da Apple, lançado hoje em países como o Japão, Inglaterra e Austrália, conta com clones chineses que não fazem cerimônia na hora de imitar até seu nome; cópia sai por US$ 175

Daniel dos Santos, Now! Digital

28/05/2010 às 11h32

Foto:

Hoje (28/5) mais nove países recebem o iPad, o tão falado tablet da Apple. Quem não conseguir comprar o seu no Japão (e se contentar com imitações) pode encontrar com facilidade em outros países da Ásia vários clones do equipamento, que não fazem cerimônia nem na hora de imitar o nome do aparelho.

Na linha de imitações como iFone e Hiphone, surgem aparelhos como o iPed ou mesmo o APad, produzidos por empresas chinesas. O visual dos equipamentos é muito parecido com o do tablet da Apple, já os recursos... A julgar pelas cópias do iPhone que já testamos (que tinham interface sensível ao toque bem ruim e configuração muito inferior à prometida), não dá para esperar muito.

Em março, a fabricante chinesa Teso anunciou cópias do iPad com versões com tela de dez polegadas, preços a partir de 175 dólares e direto a muitos “softwares grátis”. A companhia se especializou em copiar a Apple. Tanto que oferece um MacBook Air pirata (com logo e tudo ) de 280 dólares, com Windows XP.

iphonegigante

Cópia chinesa do iPad (que lembra um iPhone gigante): tela de 10 polegadas e preços a partir de 175 dólares

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail