Home > Notícias

Aplicação para iPhone não depende do SDK, diz especialista

Conferencista critica falta de abertura da plataforma e recomenda criação de aplicativos baseados em web para o telefone da Apple.

InfoWorld/EUA

03/04/2008 às 18h33

Foto:

Há mais formas de criar aplicativos para o iPhone da Apple que não utilizando o kit de desenvolvimento (SDK) do aparelho. Por meio de tecnologias da Microsoft e de outros fabricantes, é possível criar aplicativos baseados em web para o telefone, disse um conferencista durante a VSLive, em São Francisco.

> Desenvolvedores se voltam a iPhone e Android

Os desenvolvedores podem usar linguagens como ASP.Net, C#, e ASP.Net AJAX, além de extensões para WebKit (framework do navegador Safari) para criar aplicativos para o iPhone, disse Jeffrey McManus, CEO da Platform Associates.

O SDK do iPhone não é aberto, argumentou McManus. Os desenvolvedores podem acessar o SDK, mas criar uma aplicação com ele, precisam da permissão da Apple, ele destacou. “Isso é algo que considero ofensivo”, disse McManus.

Saiba mais sobre o iPhone:
> Especial: tudo sobre o iPhone
> Os prós e contras do iPhone
> Conheça os rivais do iPhone

> Fotos: conheça o iPhone

“Dificilmente eu ou alguém da minha empresa vamos participar a menos que eles abram mais”, acrescentou o desenvolvedor. Ele reconhece, no entanto, que o iPhone é uma plataforma atrativa. “É uma plataforma que está no auge”, ele comentou.

Há limitações no desenvolvimento de aplicações web para o iPhone, no entanto, como a falta de suporte a Flash e a falta de um visualizador para documentos baixados da web, ele destaca.

McManus destaca, contudo, que o iPhone tem um navegador “de verdade” e que o JavaScript funciona melhor que no Windows Mobile. O framework ASP.Net AJAX para criação de aplicações para web também funciona bem no dispositivo.

Ele lembrou ainda que o iPhone Human Interface Guidelines está disponível e traz orientações para evitar confusões, espaços em branco e fundos muito poluídos. “Achei fácil criar aplicações web para o iPhone”, concluiu McManus.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail