Home > Notícias

Desenvolvedora quer impedir a venda de iPhone, iPad e PlayBook

Openwave, empresa que cria softwares para dispositivos móveis, acusa Apple e RIM de utilizarem suas patentes sem terem a licença para isso

PC World/EUA

31/08/2011 às 18h46

Foto:

A Openwave Systems, empresa de softwares para dispositivos móveis, entrou com uma ação contra a Apple e a Research In Motion (RIM) na quarta (31/8). Ela alega que ambas violaram patentes que lhe pertencem, e pediu para que as importações de seus produtos para os EUA sejam bloqueadas.

O processo será avaliado pela Federação Internacional de Comércio (ITC, na sigla em inglês), o órgão regulatório do setor nos EUA. A Openwave afirma que tanto o iPhone e o iPad, quanto o PlayBook e o Curve 9930, utilizam criações suas, sem, no entanto, pagar por isso. A acusação recai sobre os aplicativos de e-mail e de updates, a computação em nuvem, informações de navegação e conexão segura com o servidor.

Leia mais: Apple copiou iPad do filme "2001 - Uma Odisseia no Espaço", acusa Samsung

A companhia defende que tentou chegar a um acordo de licenciamento com as duas, mas não obteve uma resposta satisfatória.

“Acreditamos que nosso argumento legal é forte e as perspectivas de vitória, muito boas”, disse em comunicado oficial o CEO Ken Denman. Em geral, um processo como esse demora entre 15 e 18 meses para ser julgado.

A Openwave foi fundada há 11 anos, após a fusão entre a Phone.com e a Software.com. Ela diz possuir mais de 200 patentes, e que foi a primeira a ajudar as operadoras com recursos como navegação em browsers e MMS. Entre seus clientes, destaque para a Verizon Wireless, a Sprint Nextel e a Vodafone.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail