Home > Dicas

Dicas para tornar seu Mac mais seguro

Conselhos práticos para criar e proteger senhas, usar redes sociais com segurança, evitar o download de programas nocivos e muito mais

Macworld/EUA

11/01/2010 às 16h28

Foto:

Grande parte dos problemas de segurança dos computadores Mac se originam nos próprios erros do usuário. Conheça abaixo algumas conselhos que podem ser adotados pelos usuários para tornar o computador mais seguro.

Veja também:
> Como proteger sua conta e cartão de crédito contra crackers
> Como se proteger de golpes online

Senhas fracas
É difícil memorizar tantas senhas diferentes para os serviços que utilizamos. Mas isso não quer dizer que se possa adotar o mesmo código para tudo ou que devemos anotar as senhas e deixar na gaveta ou em algum arquivo sem proteção. Imagine se um cracker descobre a senha do seu perfil em algum fórum ou na Internet e consegue utilizá-la para acessar sua conta em um site de comércio eletrônico...

O que pode ser feito
Use uma ferramenta de gerenciamento de senhas como o 1Password, da Agile Software. Esse tipo de programa criptografa e armazenam todas as suas senhas. Eles também gera códigos secretos   aleatórios e extremamente difíceis de serem descobertos.

145267-1password_original.jpg

Software 1Password cria senhas fortes para cada serviço online sem que você precise memorizá-las

Compartilhamento
Por padrão, os novos Macs vêm com os serviços de rede e compartilhamento de arquivos desativados, mas muito usuários ativame essa função e expõem documentos importantes em rede. Você pode ligar seu Mac em um roteador sem fio e usar até mesmo a Internet para compartilhar bibliotecas do iTunes e iPhoto. Também dá para abrir um servidor web com apenas alguns cliques no Preferências do Sistema.

O Airport Express e outros roteadores geralmente incluem um firewall básico que impede o acesso externo ao seu Mac – como regra é uma proteção eficiente. Mas problemas podem surgir mesmo em redes tidas como seguras.

O que pode ser feito
De imediato, a maneira mais rápida para se proteger é desativando todos os serviços de rede. No painel de preferências de Segurança, selecione a guia Firewall e, em seguida, clique em Avançado e selecione Bloquear todas as conexões de entrada. Se você habilitar algum serviço no painel de preferências de Compartilhamento, no iTunes ou em outro programa, o firewall também irá bloquear o acesso de entrada.

Dados pessoais desprotegidos
Crackers podem acessar seu Mac por meio de uma conexão com a Internet ou mesmo usar pessoalmente seu computador para encontrar informações importantes, como número do cartão de crédito, CPF, CNPJ, senhas de contas e assim por diante.

145267-encrypted_dmg_original.jpg

Pastas criptografadas protegem todo tipo de arquivo com uso de senhas

O que pode ser feito
Dependendo das informações que você deseja proteger, existem duas ferramentas úteis desenvolvidas para o Mac OS X.

Para armazenar poucos bits, como números de segurança pessoal, o Acesso às Chaves (em Aplicativos, Utilitários) talvez seja a melhor opção. Você verá a categoria Notas de Segurança na lateral esquerda do programa. É um bom lugar para  guardar códigos importantes.

Para proteger arquivos inteiros, use o Utilitário de Disco, para criar uma imagem de disco criptografada. Qualquer arquivo pode ser transferido para essa nova pasta e ser protegido com uma senha. No Utilitário de Disco (em Aplicativos, Utilitários), clique em Nova Imagem, especifique sua localização e tamanho. Dê um nome e escolha sua criptografia (128 ou 256 bits, ambos muito seguros).

Essa nova pasta criada irá funcionar como um disco rígido removível. Dê um duplo clique, digite a senha e a imagem será montada com os arquivos protegidos. Se você usa algum software de gerenciamento financeiro ou possui documentos confidenciais de sua família, a pasta criptografada será um bom lugar para armazená-los

Sem backups
Há muitas maneiras de dados serem perdidos (nós mesmo podemos apagá-los acidentalmente). Embora seja cansativo ter de reinstalar todos os programas no computador, fotos e vídeos de recordação são arquivos insubstituíveis. Dessa forma, é inevitável manter seus dados seguros por meio de backups regulares.

O que pode ser feito
O recomendado é fazer backups online e offline. A Apple oferece o recurso de restauração de arquivos Time Machine. Há também o programa CrashPlan para arquivos realmente importantes como, por exemplo, a biblioteca do iPhoto ou a pasta Meus Documentos. Contas IMAP (online) são ótimas para armazenar cópias de e-mails.

Downloads de risco
Mesmo havendo poucos softwares nocivos para Macs que circulam na Internet, pode existir malware em seu computador. Em 2009, por exemplo, houve ocorrências com Photoshop CS4 e iWork ‘09 trazendo cavalos de troia em suas cópias. Vale lembrar que essas pragas também são facilmente encontrados em fóruns online e downloads em sites.

O que pode ser feito
Não procure por cópias gratuitas de programas comerciais. Não baixe plugins aleatórios para o QuickTime ou outros reprodutores de vídeo – a menos que você tenha absoluta certeza de estar baixando um conteúdo seguro. Ao baixar um software, evite acessar fóruns ou fontes não oficiais da empresa. Se houver dúvida em relação ao programa a ser baixado, faça uma rápida busca na Internet para encontrar possíveis referências e comentários de outros usuários.

O Snow Leopard também inclui um banco de dados com malwares cadastrados para colocar  arquivos suspeito em quarentena.

Redes sociais
Criminosos online amam sites de relacionamento, pois são plataformas baseadas na confiança de cada usuário e, muitas vezes, cheia de falhas de segurança. Temos visto pragas virtuais se propagando em listas de amigos para que invasores roubem contatos de e-mail e enviem spans e anúncios falsos para assumir o sistema.

Instalar widgets e aplicativos de um site social, que usam informações dentro do seu navegador, também é um grande risco que pode expor todas suas informações

O que pode ser feito
Ao publicar informações em uma rede social, não dados confidenciais. Avalie cuidadosamente se as aplicações a serem instaladas, especialmente no Facebook, são confiáveis. Você também pode usar um navegador de Internet único para acessar essas aplicações.

Usando um plugin como o Prism, para Firefox, por exemplo, cria-se um navegador autônomo especialmente para esses tipo de sites. Dessa forma, qualquer potencial ataque ficará isolado temporariamente nesse navegador. Instalei o plugin Prism no Firefox, entre no site de relacionamento e vá em Ferramentas, Converter Site para Aplicação. Um único navegador será aberto e salvo na pasta Aplicativos.

Compartilhamento ponto-a-ponto
O peer-to-peer (P2P) oferece uma boa solução para compartilhar e baixar arquivos grandes. Mas os especialistas já encontraram informações sigilosas sendo distribuídas pelas redes. Muitos dos programas que liberam acesso ao P2P precisam ser configurados corretamente para não compartilhar todas as pastas do computador.

O que pode ser feito
Se você utiliza serviços P2P, use programas populares como o Azureus e certifique de configurá-lo corretamente para compartilhar as pastas corretas. É recomendável que seja criada uma pasta própria para uso exclusivo do P2P e, ocasionalmente, verificar as preferências do aplicativo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail