Home > Notícias

Digitar senha invertida no caixa eletrônico não aciona a polícia

Polícia Federal alerta para e-mail que traria recomendação de segurança para situações de assalto em terminais de atendimento.

Redação do IDG Now!

18/01/2010 às 10h40

Foto:

A Polícia Federal (PF) emitiu na sexta-feira (15/1) um comunicado no qual alerta para um boato perigoso que circula  pela internet. A despeito de uma suposta proteção contra sequestro-relâmpago, os internautas estão recebendo um e-mail  que diz que é possível acionar a polícia digitando a senha bancária com a ordem invertida. Segundo a PF, isso não é verdade.   

Essa situação não é nova. Em 2007, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban)  havia divulgado um comunicado em que recomendava aos usuários que ignorassem mensagens suspeitas.

Cuidados no  caixa eletrônico
Agora, a Febraban selecionou algumas dicas para o usuário não cair em  armadilhas.

*Ao digitar sua senha, diz a entidade, a pessoa deve manter o corpo próximo à máquina, para evitar que outros possam ver os dados ou descobri-los por meio do movimento dos dedos no teclado. As pessoas atrás de você devem respeitar as faixas de segurança.

*Utilize os caixas automáticos instalados em locais de grande movimentação e, se possível, em ambientes internos (shoppings, lojas de conveniência, postos de gasolina etc.).

*Sempre que possível, faça seus saques no horário comercial, quando o movimento de pessoas é maior, e evite o período noturno. Quando precisar realmente sacar dinheiro à noite, leve um ou mais acompanhantes adultos para que fiquem fora da cabine, como se estivessem na fila.

*Nunca aceite ou solicite ajuda de estranhos, mesmo que não lhe pareçam suspeitos.

*Esteja atento à presença de pessoas suspeitas ou curiosas no interior da cabine ou nas proximidades. Na dúvida, não faça a operação.

*Caso não consiga concluir uma operação, aperte a tecla anula ou cancela.

*Em caso de retenção do cartão no caixa automático, aperte a tecla anula ou cancela e comunique o ocorrido imediatamente ao banco. Tente utilizar o telefone da cabine para comunicar o fato. Se ele não estiver funcionando, pode tratar-se de tentativa de golpe. Nesses casos, nunca aceite ajuda de desconhecidos - mesmo que digam trabalhar no banco - nem digite senha alguma na máquina.

*Não se preste a receber créditos de pessoas desconhecidas em sua conta. Propostas desse tipo são feitas por golpistas nas proximidades de caixas automáticos e de agências.

*Desconfie de vantagens financeiras ou dramas familiares que lhe sejam apresentados por desconhecidos na fila do caixa automático, especialmente propostas de utilização de sua conta para transferência de valores.

*Evite sacar grandes valores em dinheiro. Nas transações de altas quantias, dê preferência aos meios eletrônicos de pagamentos, como cartões, docs e teds.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail