Home > Notícias

Divisão de celulares da Motorola pode ser vendida ou separada

Em comunicado, empresa admite pela primeira vez que pode sair do negócio de celulares, que sofre forte pressão da Nokia e da Samsung.

Por Redação do IDG Now!

31/01/2008 às 20h50

Foto:

A Motorola confirmou que pode vender ou separar a sua divisão de telefones celulares, que produziu mais da metade da receita em 2007, mas era responsável por 66% do faturamento em 2006.

Leia mais:

A separação poderia renovar o foco para o negócio que tem falhado em desenvolver equipamentos inovadores nos últimos anos e sofrido cada vez mais pressão da Nokia, Samsung e Apple.

A Motorola está atrás da líder Nokia no mercado de celulares e acabou de perder a segunda posição para a Samsung.

"Estamos explorando formas nas quais nossos negócios móveis possam acelerar sua recuperação e reter e atrair talento", disse o novo CEO da empresa, Greg Brown, em um comunicado para a imprensa.

Brown sucedeu Ed Zanger, que deixou o cargo de CEO há pouco mais de um ano. A companhia divulgou, há uma semana, uma queda de 84% no lucro do seu quarto trimestre.

Mais sobre celulares:

A Motorola registrava 13% do mercado mundial de aparelhos celulares no terceiro trimestre de 2007, queda em relação aos 21% no ano anterior, segundo o Gartner. No mesmo período, a Samsung teve 15% e a Nokia, na liderança, 38%.

Além da Nokia e Samsung, a Apple, com o iPhone, está conseguindo conquistar mercado com as fraquezas da Motorola.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail