Home > Notícias

Dólar alto pode afetar preço de PCs e celulares, que caiu 12% no ano

Se a alta na moeda persistir, os preços destes itens podem ser impactados, opina coordenador do IPC-Fipe.

Daniela Moreira, editora-assistente do IDG Now!

15/09/2008 às 12h23

Foto:

A crise no mercado financeiro mundial, que elevou a cotação do dólar acima do patamar de 1,80 real nesta segunda-feira (15/09), pode ter efeitos sobre os preços de computadores e celulares, que vinham caindo no Brasil.

O mercado financeiro está agitado, após o pedido de concordata do banco Lehman Brothers e a venda do grupo de investimentos Merrill Lynch. As bolsas no mundo todo sofreram forte queda.

Segundo o professor Ivaldo Comune, coordenador do IPC-Fipe (Índice de Preços ao Consumidor do Município de São Paulo), os preços de computadores sofreram queda de quase 12% desde o início do ano até a última semana de agosto. Já os celulares tiveram queda de 12,5% no mesmo período.

Saiba mais:
> Quem ganha e quem perde
> Efeitos a longo prazo


Contudo, a queda pode ser freada se a cotação do dólar se estabilizar em um patamar acima da média de 1,60 real, que vinha sendo registrada. “Se o dólar se estabilizar entre 1,80 real e 1,90 real, isso deve refletir em variação positiva dos preços”, diz o coordenador.

Na prática, computadores e celulares podem ficar mais caros. Comune ressalta, contudo, que os efeitos só poderão ser medidos a longo prazo. “Não é de hoje para amanhã, tem que persistir”, enfatiza ele.

Os custos de produção de equipamentos eletroeletrônicos - como os computadores e celulares, entre outros - sofrem o impacto da variação do dólar, uma vez que estes produtos utilizam componentes importados como matéria prima.

No último trimestre, as vendas de PCs no mercado brasileiro foram de 3,1 milhões, estima a Positivo
Informática, com base em dados da IDC Brasil. O volume representa uma
alta de 40,9% em relação aos 2,2 milhões de PCs vendidos no segundo trimestre de 2007.

Já a base de celulares em uso no Brasil passou de 135 milhões em julho, segundo dados da Anatel.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail