Dorsey, do Twitter, cria serviço de pagamento exclusivo para celulares

Criador do microblog lança Square, sistema que faz com que celular funcione como um terminal de pagamento.

https://pcworld.com.br/dorsey-do-twitter-cria-servico-de-pagamento-exclusivo-para-celulares/
Clique para copiar

O criador e presidente do conselho do Twitter, Jack Dorsey, anunciou nesta terça-feira (1/12) o lançamento da Square, sua nova startup que propõe um sistema de pagamento voltado exclusivamente para celulares.

O Squared combina software móvel com um adaptador conectado ao celular por onde clientes poderão passar seu cartão de crédito.

square

O programa funcionará como um terminal para entrar em contato com a operadora de cartão de crédito, processar o pagamento, pedir a assinatura do cliente na tela do aparelho e emitir o recibo, enviado por e-mail ou por mensagem SMS.

O serviço não cobrará taxas mensais, exigirá a compra de terminais físicos ou precisará de contratos, como as operadoras de cartão de crédito atualmente exigem a lojas e restaurantes filiados.

Estabelecimentos que usarem o Square poderão administrar o faturamento em "uma interface fácil e intuitiva".

O adaptador criado pela Square se encaixa em qualquer entrada padrão de áudio, conhecido tecnicamente como conector P2.

square_recibo

O sistema de cadastro do serviço permitirá também que clientes sejam identificados pela foto na hora da compra, o que teoricamente impede o uso do cartão de crédito por outro que não seu responsável.

Inicialmente, o Square suportará apenas o iPhone e o iPod touch e está em testes em estabelecimentos na cidade de São Francisco.

Não há prazo para que o serviço seja aberto a todos. Interessados podem inscrever seus e-mails no site da startup.

Dorsey foi o responsável pela ideia de um serviço em que um grupo de contatos era atualizado sobre seu status por meio de mensagens curtas, que acabou levando à criação do Twitter.

O engenheiro se aliou a Evan Willian e a Biz Stone no final de 2006 para que começassem a investir no serviço.

Todos trabalham então na Odeo, empresa focada em podcast que Willians fundou após se demitir do Google, onde trabalhava desde que sua ferramenta pioneira de blogs, o Blogger, havia sido comprada pelo buscador.

Em outubro de 2008, Dorsey deu lugar a Willians no cargo de principal executivo do Twitter e assumiu o posto de presidente do conselho da empresa, com liberdade para trabalhar em outros projetos sem relação com a plataforma de microblog.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site