Home > Notícias

Droid supera o Palm Pre, mas não bate o iPhone

Smartphone da Motorola tem uma dura batalha pela frente, mas não tão difícil quanto a que Palm e Microsoft devem enfrentar. Mas a Apple não está tranquila: a plataforma Android é uma séria ameaça

PC World/EUA

06/11/2009 às 13h07

Foto:

O smartphone Droid chegou fazendo barulho, apontado como uma real ameaça ao iPhone. Mas o aparelho da Motorola terá uma dura batalha com o smartphone da Apple, a exemplo do Palm Pre, lançado em junho, e que não foi capaz de incomodar a Apple.  A longo prazo, essa pode ser como uma corrida de cavalos, com o sistema Android vencendo no final e o BlackBerry se arrastando.

Isso não significa que a Apple perderá. Há espaço no mercado para ao menos dois (e provavelmente três) plataformas de smartphones. Pense Android, Apple e BlackBerry.

Essa situação traz problemas para Palm, Microsoft, Linux e qualquer outra coisa que apareça. A Microsoft deve encontrar algum meio de cobrir suas perdas, mas a Palm se complicará, caso não haja maior adoção do Pre.

Não deixe de ler

> Motorola Droid versus iPhone 3GS

> Palm Pre versus iPhone: quem leva a melhor?

Analisando o mercado, o Droid teve um grande lançamento, melhor do que o do Palm Pre, apesar das vendas iniciais estarem por vir. O Pre parece estar perdido, pelo menos por enquanto, nas sombras, onde é difícil para qualquer smartphone sobreviver.

droidxiphone390
Droid x iPhone: aparelho da Motorola desponta como um competidor mais "respeitável" que o Palm Pre

O nome do Google é difícil de ser vencido, e a companhia deve usar o Android para lançar sua próxima geração de aplicativos. A vantagem da empresa no mercado é o costume de oferecer recursos sem custo (coisa que os usuários adoram). E o serviço de navegação por mapas é, no momento, talvez a melhor  razão para  escolher o Droid sobre o iPhone.

Já o  BlackBerry tira proveito uma imensa base instalada. Dificilmente um dispositivo sem um teclado completo conseguem seduzir usuários do smartphone da RIM.

O Andoid tem crescido lentamente, influenciado pelo hardware. Há muitas variações, com o perigo de que todos sejam colocados em uma única categoria por potenciais clientes, criando confusões no mercado. O Google deveria ajudar os novatos da área, explicando a compatibilidade dos aplicativos com os modelos.

PalmPre
Palm Pre: lançado em junho, ainda não incomodou a Apple

Dominante no mercado, o iPhone não tem uma posição tranquila. Em 2010, serão quase 50 smartphones com o sistema Android e, segundo analistas de mercado, a plataforma poderá ser muito mais interessante do que a da Apple.

É claro que, durante um bom tempo, a Apple poderá contar com a maior loja de aplicativos (a App Store), que já superou 100 mil softwares disponíveis, com mais de 2 bilhões de downloads. Mas o Google tem capacidade para mudar esse jogo. A briga vai ser boa.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail