Home > Notícias

E-books vendem mais que livros de capa dura na Amazon.com

Empresa lança comunicado em que afirma até superar o crescimento em e-book da Associação das Editoras Americanas.

Redação do IDG Now!

19/07/2010 às 18h42

Foto:

Avessa a divulgar números, a Amazon.com jogou alguma luz no desempenho de mercado de seu leitor de e-books Kindle. Em comunicado divulgado nesta segunda-feira (19/7), a empresa afirmou que nos últimos meses seus e-books têm superado, em unidades, a venda de livros de papel e capa dura.

De acordo com a empresa, nos últimos três meses, para cada cem livros de capa dura comercializados foram vendidos 143 livros para o Kindle. Tomando-se por base o mês de junho, foram vendidos 180 e-books via Kindle para cada cem livros de capa dura. No mesmo comunicado, a Amazon.com disse ter vendido três vezes mais e-books para o Kindle no primeiro semestre de 2010 em comparação com o mesmo período de 2009.

A Amazon.com também citou dados da Associação das Editoras Americanas, que contabilizou um crescimento de 163% em maio e de 207%  de janeiro a maio. "As vendas de livros via Kindle tanto em maio quanto no período de janeiro a maio superaram essas taxas de crescimento", afirma a empresa, no comunicado.

A empresa também cita cinco autores que venderam, cada um, mais de 500 mil exemplares eletrônicos para o Kindle: Charlaine Harris, Stieg Larsson, Stephenie Meyer, James Patterson e Nora Roberts. A loja Kindle dos EUA tem mais de 630 mil livros, dos quais 510 mil são vendidos por 9,99 dólares ou menos.

"Milhões de pessoas já leem livros no Kindle, e o aparelho é o item número 1 em vendas na Amazon.com por dois anos seguidos", enfatiza a empresa. As vendas do aparelho têm crescido mês a mês no segundo trimestre, tanto na comparação com o mês anterior como em relação ao mesmo mês do ano passado.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail