Home > Notícias

EA atende usuários e muda política de instalação no DRM do Spore

Presidente do estúdio de games anuncia aumento de 3 para 4 instalações do game, mas não evita processo contra EA.

GamePro/EUA

25/09/2008 às 12h31

Foto:

O presidente da Electronic Art Games, Frank Gibeau, se declarou a respeito da tecnologia DRM (Digital Rights Management) inclusa no game Spore, que permitia apenas três instalações.

"Recebemos reclamações de vários clientes, que reconhecemos e respeitamos", disse Gibeau. "E, apesar de ser fácil ignorar o barulho causado pelos que apenas querem fazer milhares de cópias do game e transferi-las para a web, devemos adaptar nossa política para nossos legítimos clientes."

Como resultado, a EA aumentou o número de instalações de três para quatro, prometendo maior "complacência" em permitir ativações adicionais, além de ter instalado um sistema de desautorização, como o usado no BioShock, para PCs.

Isto não impediu que gamers iniciassem um processo na terça-feira (23/09), contudo. Segundo o documento judicial, o programa de DRM SecuROM, da Sony, "está instalado sem aviso, e não pode ser desinstalado, mesmo que você desinstale o Spore", além de "impedir que o computador funcione em certas circunstâncias."

Acidentalmente, contudo, um moderador da EA para os fóruns oficiais do Spore, ameaçou cancelar as contas de proprietários do game que estivessem insatisfeitos.

"Por favor, pare de publicar estes comentários ou sua conta pode ser banida, o que pode significar que você precisará comprar uma nova cópia do game", diz o alerta.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail