Home > Notícias

eBay acusa Google de roubar segredos para lançar o Wallet

Em processo, maior site de leilão do mundo afirma que ex-funcionários forneceram informações sigilosas.

IDG News Service

27/05/2011 às 8h07

Foto:

O eBay e sua divisão Paypal, dois gigantes da área de vendas na Internet, estão processando a Google e dois ex-executivos. Segundo as empresas, esses funcionários teriam furtado segredos na área de pagamento eletrônico e vendido para a rival, que acaba de anunciar um novo sistema para esse setor, o Google Wallet.

Lançado ontem (26/5) o serviço transforma smartphones Android em "carteiras eletrônicas", que podem ser usadas para efetuar pagamentos com cartões de crédito ou débito em estabelecimentos conveniados.

O processo foi iniciado nesta quinta (26/5), antes de a Corte da Califórnia notificar Osama Bedier e Stephanie Tilenius, agora funcionários da Google. De acordo com o processo, Bedier usou as informações sigilosas de carteira digital obtidas no PayPal para o novo sistema Wallet.

As empresas afirmam que esse ex-funcionário transferiu os segredos obtidos para um computador fora da rede da PayPal poucos dias antes de deixar a companhia, e patir para seu novo trabalho, no dia 24 de janeiro de 2011. Esses documentos eram confidenciais e tinham informações preciosas para o PayPal.

O processo também afirma que a Google contratou Bedier a pedido de outro ex-executivo, Stephanie Tilenius, profissional que teria violado suas obrigações contratuais com o antigo empregador, o eBay.

Osama Bedier foi o diretor responsável na  PayPal pela plataforma de dispositivos móveis e representou a companhia em negociações com a própria Google entre 2008 e 2011. Os acordos buscavam o uso de ferramentas de pagamento da empresas no Android Market.

Em um comunicado, a Google afirmou na quinta que ainda não havia sido notificada sobre o processo e que só se manifestaria após avaliar o documento.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail