Home > Notícias

Em comunicado, Microsoft admite que pode voltar a negociar com Yahoo

Microsoft e Icahn confirmam que negociações para adquirir área de buscas ou empresa inteira podem ser retomadas.

IDG News Service/EUA

07/07/2008 às 12h25

Foto:

A Microsoft confirmou, por meio de um comunicado, que está interessada em voltar a conversar com o novo conselho do Yahoo para negociar a compra do negócio de buscas ou até mesmo da empresa inteira.

O bilionário Carl Icahn, investidor do Yahoo que vinha tentando fazer o negócio com a Microsoft acontecer e propôs uma nova direção para a companhia, também publicou uma carta confirmando que discutiu o cenário “com freqüência” com o CEO da Microsoft, Steve Ballmer, e outros executivos.

> Especial: tudo sobre Microsoft e Yahoo

Representantes do Yahoo não estavam disponíveis de imediato para comentar o assunto.

Na declaração, a Microsoft diz que, depois da reunião de acionistas do Yahoo deste trimestre, estaria interessada em discutir com um novo conselho uma transação que pode envolver a compra do negócio de buscas ou da companhia inteira.

A Microsoft disse ainda que as conversas com o atual conselho chegaram a um impasse. “Concluímos que não podemos chegar a um acordo com eles”, diz o documento.

Segundo Icahn, Ballmer teme que o conselho atual administre mal a empresa até que os órgãos reguladores aprovem o acordo, colocando o investimento da Microosft em risco.

Icahn já indicou seus candidatos ao conselho e disse abertamente que pretende substituir o CEO Jerry Yang.

“Nossa empresa está indo para um precipício”, disse ele. “Está perdendo participação de mercado na função de buscas; nosso conselho falhou em trazer um CEO com experiência e talento para substituir Jerry Yang e o devolver ao seu papel de ‘Chief Yahoo!’, e está agora testemunhando um êxodo importante de talentos”, disse Icahn.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail