Home > Notícias

Em guerra, sites do governo da Georgia são comprometidos por crackers

Entre outras, páginas do Ministro da Defesa e presidente do país estão com o acesso bloqueado e tráfego redirecionado.

Computerworld/EUA

11/08/2008 às 16h26

Foto:

Sites comerciais e do governo da Georgia, país que está em guerra com a Rússia, foram atingidos ao longo da última semana por ataques de crackers, revelou um pesquisador de segurança nesta segunda-feira (11/08).

Enquanto alguns sites não estão disponíveis, outros foram ‘sequestrados’, segundo o pesquisador Jart Armin, que trabalha com a rede Russian Business Network (RBN).

Entre as páginas com acesso bloqueado, estão a do Ministro da Defesa, do Ministro de Relações Exteriores e do presidente do país, Mikhail Saakashvili. O tráfego desses sites foi direcionado para servidores localizados na Rússia e Turquia.

Alguns sites que permaneceram no ar, contudo, ainda apresentaram bugs - como as últimas notícias desatualizadas. “Os sites que não têm notícias recentes podem ser maliciosos”, alerta Armin.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail