Home > Notícias

Em três anos, Sony quer que 90% de seus produtos estejam conectados

Estratégia da fabricante mira diferencial nos eletrônicos e investirá em conteúdo online pela PlayStation Network.

IDG News Service/Japão

26/06/2008 às 10h06

Foto:

A Sony revelou, nesta quinta-feira (26/06), uma nova estratégia de mercado que envolve a conexão de todos os seus produtos à internet. Em 2011, a Sony quer que 90% dos equipamentos estejam aptos e se conectar a redes, inclusive wireless.

Além disso, a Sony planeja ter considerável arquivo de filmes e programas de TV para seus consumidores. Ainda este ano, quem possui um PlayStation 3 assistirá a vídeos pela recém-lançada PlayStation Network.

> Greenpeace: Sony e Sony Ericsson são as mais 'verdes'

A empresa ainda oferece o serviço de vídeos em streaming Bravia Internet Video Link, nas TVs Bravia.

“Esta é uma oportunidade clara para a Sony levantar suas propriedades de entretenimento e diferenciar seus eletrônicos”, disse o presidente e Chief Executive Officer da Sony, Howard Stringer.

A empresa diz que o PlayStation 3, que já chegou ao mercado com internet, é um dos produtos conectados mais utilizado depois dos PCs. Cerca de 50 milhões de consoles estão no mercado, mas há menos de 10 milhões de usuários na PlayStation Network.

“Temos uma enorme base global instalada, para a qual podemos criar serviços online”, afirma Stringer. “Com a inclusão do player Blu-ray, Wi-Fi e disco rígido em todos os PS3, acredito que o console será o objeto central de entretenimento nas residências.”
++++
O próximo passo será estender a PlayStation Network para computadores pessoais e, depois, para eletrônicos como TVs e players Blu-ray - muitos já podem ser conectados à web. Dispositivos como celulares da Sony Ericsson e o Walkman também serão compatíveis com o serviço.

Esta estratégia surgiu há muito tempo, mas as tentativas anteriores de conexão direta com os usuários falharam, porque a Sony escolheu seus próprios sistemas no lugar dos que têm maior suporte da indústria.

O novo serviço PlayStation Network, contudo, usará o Marlin, um sistema aberto de gerenciamento de direitos autorais, desenvolvido pela Sony, Panasonic, Samsung, Philips e Intertrust.

“Abraçaremos padrões abertos para promover a interoperabilidade entre todos os dispositivos de nossos consumidores”, diz Stringer.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail