Home > Notícias

EMC fabricará linha completa de armazenamento Clariion no Brasil

Com estratégia de produção local, EMC pretende assegurar agilidade no atendimento à Dell e preços competitivos.

Nando Rodrigues, da PC World*

26/02/2010 às 9h22

Foto:

Para assegurar agilidade no atendimento à Dell e redução nos custos, a EMC começou a produzir no Brasil toda a família de sistemas de armazenamento Clariion. As soluções de armazenamento, disponíveis para pequenas, médias e grandes empresas, serão montadas em esquema de OEM pela integradora taiwanesa Foxcomm em Jundiaí (SP), a partir de discos rígidos importados.A empresa já mantinha no Brasil, desde 2008, a produção de storage Clariion para mid market e agora expande a fabricação para toda a linha, incluindo sistemas de alto desempenho.

A EMC não informa o valor do investimento, mas o gerente geral da empresa no Brasil, Carlos Cunha, diz que a iniciativa combinará redução de preços e dará à fabricante de computadores Dell mais agilidade no atendimento dos clientes. “Antes, eram necessários entre 40 dias e 60 dias desde a colocação pedido até a entrega do produto por conta da importação. Agora, temos condições de atender à Dell em cerca de uma semana”, afirma Cunha.

“Com a fabricação local dos sistemas Clariion, poderemos implantar projetos tecnológicos dos clientes de  forma mais rápida e eficiente”, informa o diretor de marketing e produtos da Dell no Brasil, Henrique Sei.

A estratégia da EMC de montar os sistemas Clariion no Brasil foi tomada depois de uma extensa análise dos benefícios que isso poderia gerar. Cunha afirma que, no último trimestre de 2009, a empresa reduziu significativamente suas margens para equiparar os preços da plataforma aos valores que seriam alcançados a partir da fabricação local - cerca de 15% menores. “O resultado foi que obtivemos uma receita recorde no final de 2009”, comemora. 

Inicialmente, a produção local dos sistemas Clariion deve atender o mercado local, mas Cunha diz que pode expandir a produção para outros mercados na América Latina, principalmente para a Argentina.

Balanço positivo
Apesar da crise financeira que impactou os negócios em tecnologia em todos os níveis, a EMC Brasil encerrou 2009 com um crescimento de 14,1% (em dólar), patamar parecido com o registrado no anterior. O perfil da receita da empresa no País, segundo Cunha, é composto por 43% da venda de hardware, 20% com serviços e 27% com software - 45% de toda a receita da EMC provêm de vendas realizadas por parceiros. A receita mundial da EMC m 2009 foi de 14,1 bilhões de dólares (menor que os 14,8 bilhões registrados nos 12 meses anteriores).

Segundo dados da IDC, consolidados até o terceiro trimestre de 2009, a EMC é a empresa líder no segmento de storage em todas as verticais incluindo governo. “O governo comprou muito muito no ano passado. É um cliente importante e muito bom pagador”, diz Cunha.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail