Home > Notícias

Empresa da China terá de pagar US$ 320 mil à Microsoft por pirataria

Seguradora de Shangai é condenada a pagar multa de US$ 320 mil por uso de 450 cópias ilegais de softwares como o Office e o Windows XP.

IDG News Service

23/04/2010 às 10h40

Foto:

A Microsoft ganhou um processo contra pirataria de software na China envolvendo o uso de licenças ilegais de seus produtos por uma seguradora local.

De acordo com a decisão de uma corte de Shanghai na terça-feira (20/4) a empresa Dazhong Insurance terá de pagar uma multa de 2,2 milhões de yuans (320 mil dólares) em danos pelo uso ilegal de cópias do software da Microsoft, disse a empresa em um comunicado.

A Dazhong estava usando 450 cópias ilegais de nove softwares diferentes da Microsoft, incluindo o sistema operacional Windows XP e o pacote de produtividade Microsoft Office.

Um funcionário da companhia comentou, por telefone,m que a empresa estava se preparando para apelar da decisão.

Esta foi a primeira vitória judicial da Microsoft contra uma grande corporação chinesa por infração de direitos autorais envolvendo seus softwares. A indenização também é a maior já recebida pela empresa na China.

O caso da seguradora precede outro processo movido pela Microsoft na China, que levou quatro pessoas à prisão pela venda de versões pirateadas do Windows XP.

O índice de pirataria de software na China é de 80%, de acordo com dados da consultoria IDC e da associação Business Software Alliance  em 2008. Versões ilegais do Windows XP e do Microsoft Office são amplamente usadas em residências e empresas na China.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail