Home > Notícias

Empresa sugere que serviços avançados do Twitter poderão ser pagos

CEO da empresa, Biz Stone, afirma que serviços básicos continuarão gratuito, mesmo para empresas.

RedAção da PC World / EUA

11/02/2009 às 15h09

Foto:

Depois de muitos boatos nesta semana, o Twitter veio a público negar as supostas notícias de que irá cobrar uma taxa das empresas pelo uso do microblog. "Independentemente do que for feito, o Twitter vai continuar livre para ser usado por pessoas comuns, celebridades e companhias", disse o Chief Executive Officer (CEO) da empresa, Biz Stone. Segundo ele, a companhia de fato está "pensando alto" em alguns modelos de negócios, mas não "há nada concreto, por enquanto".

No último ano, a popularidade do microblog disparou e o Twitter agora já aparece em terceiro lugar na lista de redes sociais, atrás apenas do Facebook e do MySpace, de acordo com dados da Compete, empresa que mede a audiência de vários sites. Em janeiro, o site teve mais de 54 milhões de visitas e cerca de 6 milhões de usuários registrados.

Apesar de negar publicamente, Stone abriu espaço para especulação ao dizer que sua companhia "não vai cobrar taxas de serviços que já estão no ar". Ou seja, novos serviços - eventualmente corporativos - podem, sim, ser cobrados.

Aliás, toda essa discussão surgiu porque falta ao Twitter - e a outros sites, como o Facebook - um modelo de negócios viável, capaz de traduzir a audiência do site em receita e lucro. Por ora, as empresas afirmam que estão se concentrando em ampliar suas bases de usuários.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail