Home > Notícias

Empresas manterão gastos com TI verde, apesar da crise, avalia estudo

A previsão é de que as organizações continuem a focar em projetos que aumentem a eficiência energética para cortar custos.

Redação do IDG Now!

27/04/2009 às 12h10

tecnologia_verde_150.jpg
Foto:

tecnologia_verde_150.jpgA crise econômica mundial não alterou os planos das empresas com investimentos TI verde. É essa a conclusão de um estudo feito pelo Gartner sobre os gastos das companhia com tecnologias ecologicamente corretas. “No que diz respeito à TI verde, nossa previsão é que as organizações continuem a focar em projetos que aumentem a eficiência energética e economizem gastos," afirma Simon Mingay, vice-presidente de pesquisas.

O estudo foi feito em dezembro de 2008, quando foram ouvidos 620 profissionais sobre os programas de TI verde de suas organizações. Eles responderam a questões sobre o impacto da recessão em seus gastos e explicaram que as iniciativas que visam redução de gastos são as mais importantes. “2009 representará uma lacuna para os projetos verdes que não focarem no corte de custos em curto prazo e na eficiência energética”, afirmou Mingay.

>> Visite o especial de TI Verda da PC WORLD 

No total, 22% dos entrevistados disseram ter um capital destinado para projetos verdes. Desses, mais de um terço dos pesquisados (46% na Europa, 38% na região Ásia/Pacífico e 36% nos Estados Unidos) previam gastos acima de 15% de seus orçamentos de tecnologia em projetos de TI Verde.

Apenas 60 organizações (10% dos pesquisados) não tinham nenhum projeto de TI Verde quando foi feita a pesquisa. Com exceção da região Ásia/Pacífico, a maioria das organizações que não tinham estes projetos previa que a questão seria analisada. O estudo revelou que 40% dos pesquisados nos Estados Unidos e 58% na Europa tinham a intenção de lançar projetos no futuro, contra apenas 15% dos pesquisados na região Ásia/Pacífico.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail