Home > Notícias

Empresas não estão prontas para a lei dos call centers, diz Procon

Procon-SP mostra que índice de adequação não passa de 70%. NET e Telefônica, por exemplo, têm média de 40% e 30%, respectivamente.

Redação do IDG Now!

25/11/2008 às 18h41

Foto:

Falta menos de uma semana para entrar em vigor a lei que estabelece novas regras para o atendimento dos consumidores por meio de call centers. Ainda assim, boa parte das empresas responsáveis pelos serviços de SAC não está preparada para as novas exigências. É o que indica uma pesquisa feita pela Fundação Procon-SP, que presta serviço de defesa do consumidor.

A fundação enviou questionários para 68 empresas do Estado de São Paulo com 14 perguntas objetivas ("sim" ou "não"). Cada companhia teve cinco dias úteis para responder ao questionário. Os resultados não são nada animadores: as empresas que estão mais bem preparadas atingiram índice de adequação de 70%, segundo o Procon.

A NET e a Telefônica, por exemplo, registraram índices de adequação de 40% e 30%, respectivamente. Para a fundação, o resultado preocupa pois essas empresas têm números altos de usuários no Estado. A Telefônica lidera há anos o ranking de reclamações fundamentadas em São Paulo.

Além disso, várias das empresas consultadas ignoraram o questionário. Entre as companhias que sequer responderam às perguntas estão a Azul Linhas Aéreas, Ocean Air, Itaú Saúde, Pró-Saúde, Blue Life, Porto Seguro, Cartão da Casa, Losango, Panamericano, Finasa, Bradesco, Mercantil,  PSA,  Banco  Ford, Banco GM, CTBC, Caixa Econômica Federal (CEF) e Vivo.

Outra parte enviou o questionário fora do prazo e teve suas respostas consideradas inválidas. São elas: Banco BMG, Cartão Carrefour, Eletropaulo, Golden Cross, Trasmontano e Unimed. No total, isso significa que 35,3% das empresas consultadas não responderam ao levantamento.

Os dados da pesquisa feita pelo Procon foram enviados ao Ministério da Justiça, que vai acompanhar o atendimento prestado por essas empresas a seus clientes assim que as novas regras de atendimento em call centers entrar em vigor.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail