Home > Notícias

Engenheiro da Google quer “levar o Instant Search a todos os serviços”

Em entrevista, Othar Hansson responde às críticas e revela: há várias melhorias reservadas para uma segunda versão.

IDG News Service

13/09/2010 às 13h50

Foto:

O Google agitou o segmento de buscas na internet na semana
passada ao lançar, em definitivo, o modo de busca batizado de instant search,
que exibe resultados à medida que os internautas escrevem no campo de
pesquisas.

Na perspectiva da empresa, esse modo de buscas não é “busque
enquanto digita”, mas, sim “busque antes de digitar”. O recurso do Google combina
as opções do Google Suggest - janela com opções de busca que se abre enquanto
são digitados os termos no campo de pesquisa - com a habilidade de atualizar
os resultados em uma tentativa de adivinhar a intenção do usuário.

O IDG realizou uma entrevista com o engenheiro sênior de
software da Google, Othar Hansson. Acompanhe.

IDGAlguns acreditam que o instant vai aumentar o tempo de
pesquisa em função da distração causada pela atualização. Qual é posição do
Google com respeito a isso?

Othar Hansson - Nós fizemos vários testes de usabilidade e
houve testes na Internet antes do lançamento do recurso. Ficou claro que as
pessoas se concentram na caixa de buscas enquanto digitam. Elas passam a olhar
para os resultados, apenas quando oferecemos resultados acertados ao
pesquisado.

Também teve muita gente que não percebeu qualquer coisa nova
na busca, diziam não saber se essa função era nova ao Google. Estou certo que
apenas uma minoria acha que esse recurso distrai; para estas, sempre haverá a
opção de desabilitar o Instant.

IDGSobre isso existem comentários de que a combinação entre
o Suggest e a atualização instantânea de resultados pode diminuir as buscas
originais, o que pode acabar com o modo de funcionamento da web como
conhecemos.

O.H. – Descobrimos que, de fato, o Suggest ajuda as pessoas
a definir o que buscam e em alguns momentos, pode, sim, erradicar a necessidade
de buscas longas. Como o recurso também funciona de maneira veloz, ele se torna
atraente para o usuário, que pode se aprofundar nas buscas. Mas, em última
instância, vai depender do internauta se vai ou não usar o Instant.

IDGQual será o impacto disso sobre a otimização de sites
para melhora posicionamento nos buscadores (SEO)?

O.H. – A comunidade de SEO é especializada em adaptar o
conteúdo às buscas feitas na web. Talvez o Instant mude a forma de pesquisa. Mas
o Instant oferece aos profissionais de SEO a oportunidade deles aplicarem todo
o conhecimento que têm. Haverá alguém para analisar os dados e
desenvolver as estratégias com base no que descobrir. Como essa é a área de expertise
deles, estou certo de que farão um bom trabalho.

IDGE no segmento de links patrocinados, qual será o
efeito? Se as buscas mais detalhadas diminuírem em detrimento das sugestões do Google,
os anunciantes deverão apostar em quais palavras?

O.H. – O que interessa aos profissionais de links
patrocinados é que a busca na Internet deverá continuar e poderá, inclusive, crescer.
Como estratégia, muitos anunciantes investem em várias palavras-chave e não
apenas em umas poucas. Então as impressões e os cliques deverão continuar.

IDGO recurso de Instant Search vai ser estendido aos outros
canais do buscador, como os de notícias, o Google Books etc?

O.H. – Quero esse recurso em todos os canais que temos. Para
tal, temos pessoas trabalhando bastante nisso.

IDGComo você acha que esse recurso poderá ser melhorado?

O.H. – Os navegadores podem contribuir muito na programação
de recursos como esse, e tornar a vida do usuário mais fácil. Existem características
no HTML5 que têm sido debatidas e, se forem integradas, farão desse tipo de recurso
algo mais descomplicado. Para fazer o Instant funcionar nos browsers de hoje,
tivemos de realizar muitos testes. As oportunidades de fazer da busca uma
experiência mais interativa e satisfatória estão aí. Temos várias features em estado experimental,
recursos que não foram implementados nessa primeira versão. Como esse produto é
único e exclusivo, deverá evoluir bastante ainda. Estou certo disso.

IDGAcredita que o Instant será o modo de pesquisas padrão
predominante?

O.H. – Bastam dez minutos para as pessoas gostarem do
recurso. Os internautas descobrem rápido como tirar melhor proveito dele. As
pessoas não gostam muito de revoluções, então estamos observando as reações
iniciais, mas tivemos vários retornos positivos sobre o assunto.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail