Home > Notícias

Escândalo envolvendo trapaças no jogo StarCraft sacode a Coreia

Jogadores "classe A" são acusados de combinar resultados de partidas

AJ Glasser

13/04/2010 às 16h23

Foto:

O site GamePron relata que vários renomados jogadores profissionais de StarCraft na Coreia do Sul estão sendo investigados pelas autoridades locais por apostas ilegais e combinação de resultados. O relato não cita nomes, devido à lei de direitos humanos do país que protege a privacidade dos acusados.

O site alega, entretanto, que o escândalo toca alguns dos melhores jogadores no competitivo cenário sul-coreano, como Ma Jae-Yoon. "Ouvimos dizer que vários jogadores profissionais foram pegos perdendo partidas intencionalmente, bem como entregando ilegalmente os arquivos de replay de suas equipes para grupos de apostas ilegais", diz o GamePron.

"De acordo com fontes sul-coreanas, todo o drama começou há vários anos - em 2006, para sermos exatos - e explodiu em 2008, quando sites de apostas começaram a contatar vários jogadores sobre a possibilidade de combinar resultados. Aparentemente jogadores profissionais aposentados, um ex-técnico, um ex-locutor e um repórter do mercado profissional de jogos contribuiram com seus livros de endereços e listas de contato e participaram de forma significativa nos acordos feitos. Equipe e diretores de centros de treinamento também estão envolvidos, supostamente por receber dinheiro ao cobrar por taxas de inscrição para jogadores".

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail