Home > Dicas

Especial: Tudo o que você precisa saber sobre o novo sistema iOS 7

Em nosso FAQ, reunimos as principais informações sobre o novo sistema para iPhones e iPads apresentados pela Apple durante a WWDC 2013.

Macworld / EUA

12/06/2013 às 11h41

iOS7_43508.jpg
Foto:

Ao anunciar o iOS 7 na WWDC 2013, o CEO da Apple, Tim Cook, disse que essa era a maior mudança já feita no sistema móvel desde o lançamento do iPhone em 2007. E realmente o novo iOS é uma dramática reinvenção do software da “maçã”, incluindo o visual.

Algo tão diferente como iOS 7 vai levantar dúvidas. Felizmente, temos algumas respostas. Apesar de ainda ter muita a coisa a ser aprendida sobre o novo sistema até a sua chegada no próximo trimestre, já podemos fornecer uma visão geral com base no que ouvimos da Apple até o momento.

- O básico

Qual a maior mudança do iOS 7?

Por onde começar? Todo o visual e o sentimento do sistema foi reformulado, com ícones mais chamativos, com menos skeumorphism e metáforas do passado, e caracteres e linhas mais finos. Dito isso, qualquer pessoa que já usou o iOS provavelmente vai se sentir basicamente em casa: a Apple não mudou muito a tela inicial, e os gestos e interações básicas continuam os mesmos em sua maioria, com algumas exceções.

Então como o novo visual é diferente do antigo?

Como você se sentia com o feltro verde no Game Center? Prateleiras de madeira no iBooks? Couro costurado no Notas? Espero que a resposta seja “não muito bem”, porque tudo isso sumiu no iOS 7. No lugar disso, a Apple adotou um design mais limpo que é baseado principalmente em ícones e linhas. Apesar de haver elementos remanescentes do Windows Phone, da rival Microsoft, o iOS 7 claramente possui seu próprio estilo. E não trata-se de mudanças sutis; elas estão em toda a interface do sistema.

E o iOS 7 também pega sugestões de design do seu conteúdo, tingindo os controles e paineis com as cores das fotos atrás deles. O deisgner da Apple, Jony Ive, falou sobre a criação de camadas na interface, com paineis como a Central de Notificações e a Central de Controle visualmente ficando “no topo” dos apps e da tela inicial.

O novo design significa que precisarei reaprender completamente a usar meu iPhone?

Não exatamente. Abrir e usar aplicativos continua basicamente igual. Mas há algumas coisas novas para aprender. Por exemplo, você agora pode deslizar o dedo de baixo para cima na tela para abrir a Central de Controle (um painel bastante útil e pedido que te dá aceso aos recursos de sistema mais comumente usados). 

Há um outro gesto novo de deslizar o dedo a partir da esquerda que significa “subir um nível” quando você está no app Mail, por exemplo.

Mas, como o executivo da Apple, Craig Federighi, desceveu, é um pouco como pegar um smartphone novo que você já sabe usar.

Quando o iOS 7 estará disponível?

A Apple diz que o novo iOS chega no outono dos EUA (primavera aqui), o que tornou-se meio que um padrão para os sistemas móveis da empresa nos últimos anos. O iOS 6 chegou em setembro do ano passado, enquanto que o iOS 5 foi lançado em outubro de 2011. (Antes disso, tanto o iOS quanto os novos iPhones eram lançados no verão norte-americano, em torno de junho/julho).

Quando o iOS 7 ficar disponível, esperamos que você possa fazer o upgrade da mesma maneira que fez com o iOS 6 – seja baixando o novo iOS pelo iTunes ou aproveitando as capacidades de updates over-the-air para conseguir a atualização de software.

Quais aparelhos terão suporte para o iOS 7?

Se você está querendo atualizar para o iOS 7, precisará ter um desses aparelhos: iPhone 4 ou versão mais recente; iPad 2 ou versão mais recente; iPad Mini; iPod Touch de quinta geração. (E, obviamente, qualquer outro aparelho lançado pela Apple a partir de agora).

Mesmo tendo suporte em vários aparelhos, nem todos os recursos do iOS 7 estarão disponíveis para todos os usuários da Apple. Confira abaixo uma lista de compatibilidade dessas ferramentas:

-Fotos panorâmicas são estarão disponíveis no iPhone 4S ou mais recente e no iPod Touch de quinta geração.

-Você não poderá fazer fotos ou vídeos quadrados usando o iPad 2; todos os outros aparelhos iOS citados acima podem usar esse recurso.

-Para os novos filtros de câmera em tempo real, será preciso ter um iPhone 5 ou iPod Touch de quinta geração. Já adicionar os filtros depois é uma opção que estará disponível para o iPhone 4 ou mais recente, iPad 3 ou mais recente, iPad Mini, e iPod Touch de quinta geração.

- Para usar o AirDrop e transferir arquivos ou fotos com seus amigos, será preciso ter um iPhone 5 ou mais recente, iPad 4 ou mais recente, ou iPod Touch de quinta geração. Também é necessário ter uma conta no iCloud.

- O Siri, por sua vez, continua limitado aos donos de iPhone 4S ou mais recente; iPad 3 ou mais recente; e iPod Touch de quinta geração. No entanto, vale notar que por enquanto o assistente pessoal da Apple não está disponível em português.

- O sistema

O que é esse recurso Central de Controle?

Se você já reclamou sozinho ou com seus amigos sobre precisar dar três passos em Ajustes para conseguir habilitar o 3G, por exemplo, vai adorar a Central de Controle (Control Center). Esse novo painel, que poderá ser acionado em qualquer local do iOS, te dá acesso fácil a configurações comumente usadas, como Modo Avião, Wi-Fi, Bluetooth, Não Perturbe, Trava de Orientação, Brilho, AirDrop, e AirPlay. Também há controles de reprodução de mídia, e ícones na parte de baixo que te permitem abrir aplicativos e utilitários comumente usados: é possível acionar o flash da câmera do iPhone para usá-lo como uma lanterna, ou abrir os apps nativos Relógio, Calculadora, ou Câmera. Mas não é para confundir essa novidade com a Central de Notificações...

ios7controlcenter01.png

A Central de Notificações mudou?

Ela definitivamente recebeu algumas novidades. Apesar de ainda ser acionada com um movimento de deslizar o dedo de cima para baixo na tela, a Central de Notificações possui um novo visual translúcido, muito parecido com o restante do iOS 7, e oferece algumas informações diferentes. Além de armazenar suas notificações, como já fazia na versão anterior do iOS, ela também oferece uma aba em que você pode visualizar apenas suas notificações perdidas, assim como uma nova visualização Hoje (Today).

O último funciona de forma um pouco parecida com o recurso Google Now, do Google, te fornecendo uma visão geral do que você tem de fazer hoje, incluindo previsão atual do tempo, próximos compromissos na sua agenda, preços de ações, e até mesmo um parágrafo rápido sobre o tipo de dia que você terá amanhã. 

Como é a multitarefa no iOS 7?

Você ainda pode trocar de apps ao dar um clique duplo no botão Home, mas a interface para fazer isso mudou: ela agora se parece com a interface antiga para trocar de páginas no Safari no iOS 6 (e antes disso), em que você vê um thumbnail da página. Uma fileira de ícones de apps aparece embaixo, e você ir para frente e para trás para encontrar o aplicativo que está buscando. Mas forçar o fechamento dos aplicativos é um pouco diferente: em vez de tocar e segurar apertado no ícone, você “empurra” um thumbnail para cima para dispensá-lo.

Por trás das cenas, há outras diferenças, mais significativas. No iOS 4 e versões seguintes, apenas algumas tarefas podiam rodar em segundo plano (para economizar bateria). No iOS 7, nós finalmente recebemos a multitarefa completa. Assim qualquer aplicativo pode rodar em segundo plano, te fornecendo informações em tempo real assim que você mudar para esse app.

ios7multitarefa.png

Se qualquer app pode rodar em segundo plano, como fica a bateria do aparelho?

A Apple passou muito tempo trabalhando para ter certeza de que a duração de bateria não vai sofrer com a nova multitarefa. Ela tenta coletar atualizações de apps e rodá-las todas ao mesmo tempo, e fica de olho tanta na eficiência de energia quanto na situação atual da rede para certificar-se de que não acabe com a sua bateria.

- Os apps

O que há de novo no Câmera?

Assim como o restante do iOS 7, o Câmera recebeu uma renovação significativa. Ele oferece quatro modos diferentes: câmera padrão, câmera de vídeo, uma câmera quadrada, e panorâmica; é possível escolher qualquer um quando quiser. Se você pensou que a câmera quadrada pode ser uma maneira da Apple acertar o Instagram, parabéns: você acertou o alvo. O app agora também inclui filtros diferentes em tempo real que podem ser aplicados em fotos padrão e quadradas. E eles podem ser removidos depois, sem danos para as imagens.

ios7filtros01.png

O que são Momentos e Coleções?

Para aqueles de nós que acabam com milhares de fotos no Rolo da Câmera, os recursos Momentos e Coleções oferecem uma maneira melhor para organizar essas imagens. Assim como o iPhoto no Mac consegue “quebrar” automaticamente imagens em eventos, o Fotos no iOS pode usar metadados como horário e localização para criar dieferentes “Momentos” -  todas as imagens feitas no jantar de quinta-feira, por exemplo, ou todas as imagens que você tirou no sítio durante o último final de semana.

Já as Coleções são agrupamentos maiores de Momentos – normalmente todas as imagens que você tirou em uma área geral (perto da sua casa) durante um período de tempo que pode incluir alguns vários meses. Além disso, você dar um “zoom out” mais amplo para uma visualização Anos que “quebra” todas as imagens que você tirou nas últimas temporadas.

Então o iOS 7 tem AirDrop?

Sim! O AirDrop no iOS 7 te permite trocar arquivos como imagens, senhas do Passbook, e contatos entre dois usuários iOS em uma rede Wi-Fi ou Bluetooth, sem qualquer configuração e (como a Apple apontou na WWDC) sem precisar encostar um aparelho no outro, como é preciso nos smartphones Samsung Galaxy. O AirDrop aparece na parte de Compartilhar, juntamente com itens mais convencionais como e-mail e Mensagens; você pode até mesmo compartilhar vários itens com várias pessoas de uma vez. Os arquivos acabam no aplicativo apropriado e são criptografados durante essa transmissão. Você também pode alterar permissões para determinar se todos podem compartilhar com você, ou apenas determinadas pessoas próximas (ou usuários presentes nos seus contatos).

O que ainda não sabemos é se os aparelhos iOS poderão trocar arquivos via AirDrop com Macs.

O que há de novo no Safari?

O navegador da Apple – que a companhia gosta de apontar como o mais usados por aparelhos móveis – tem alguns novos truques na manga para o iOS 7. Há uma interface minimalista totalmente nova: os campos de busca e URL viraram um só, que agora sugerem URLs, favoritos, e resultados de busca à medida que você digita. Além disso, seus favoritos ficam disponíveis de forma rápida e fácil nessa tela, permitidino acesso por meio de um toque para os seus sites “favoritados”. E a interface desaparece no segundo plano à medida que você desce a barra, te dando ainda mais espaço para visualizar o conteúdo.

Uma nova interface de abas te permite navegar de forma mais rápida pelas páginas abertas (e continuar a fazer isso pelas iCloud Tabs); também há os memsos recursos de scroll contínuo na Lista de Leitura e Links Compartilhados que aparecerão no novo Mac OS X Mavericks. E o iCloud Keychain, um novo recurso que sincroniza suas senhas entre seus aparelhos e até ajuda na geração de novas senhas, deve funcionar de forma prática e direta no Safari.

Espera aí, o iTunes Radio não é basicamente um Pandora?

Sim, mais ou menos. Mas isso não significa que ele não será bastante popular. Como no Pandora, você pode criar estações com base em uma música, artista, ou gênero, então classificá-las, caso você queira ouvi-las mais tarde, ou nunca mais. Também é possível controlar o equilíbrio das estações, determinar se elas ficam mais para hits, favorecem a descoberta de novas músicas, ou optar por uma misutra dessas duas opções. Uma aba de histórico te dá uma lista completa de todas as músicas que você já ouviu, apenas caso você não consiga lembrar o nome daquela faixa que ficou cantarolando durante o dia.

Mas o novo serviço de streaming da Apple tem o benefício adicional de ser bem conectado ao ecossistema do iTunes, o que significa que você pode facilmente comprar músicas da iTunes Store, diretamente pelo iTunes Radio.

O iTunes Radio é a única mudança no app Música?

A maioria das outras mudanças é cosmética, parece, refletindo a nova estética de design do iOS 7. Apesar da grande renovação do iTunes no Mac no ano passado, não parece ter acontecido uma combinação desse caminho com o iOS – ou, se existe, a Apple ainda não a revelou. Em particular, não parece haver indicativos de que o recurso Up Next fez a migração para a plataforma móvel da “maçã”.

- O resto

O Siri finalmente sai do beta no iOS 7?

Não sabemos. O assistente virtua da Apple não recebeu muito tempo na tela durante a WWDC 2013 na semana passada, e o tempo que teve foi relegado para discutir seus novos recursos de integração, como buscas no Bing, Wikipedia, e Twitter, além de algumas novidades para coisas como o iTunes Radio. No entanto, nada do Siri sair do beta nem de receber o tão esperado suporte para português brasileiro.

Trava de Ativação: Como isso deixa meu iPhone mais seguro?

A Trava de Ativação (Ativation Lock) é um sistema em que o ladrão tenta desabilitar o Buscar meu iPhone (Find My iPhone) ou “limpar” o aparelho, mas não conseguirá sem digitar os dados de acesso do usuário (Apple ID e senha). Apesar de hackers dedicados ainda conseguirem achar uma maneira de invadir o smartphones, a expectativa é que a Trava de Ativação seja suficiente para fazer os criminosos pensarem duas vezes antes de roubarem iPhones para vender no “mercado negro”.

Então essas são as únicas mudanças do iOS 7?

Dificilmente. O executivo Federighi, da Apple, se limitou a fornecer um preview de apenas 10 novos recursos na WWDC 2013. Mas um dos slides finais durante essa “espiada” do iOS 7 sugeriu muito mais mudanças – incluindo tudo, desde melhorias de sistema até APIs de desenvolvedores. 

O que ainda falta no iOS 7?

Há algumas coisas que esperávamos do iOS 7, mas que ele ainda não oferece. Como, por exemplo, direções de trânsito no Mapas; transcrição em tempo real pelo Siri, assim como na busca do Google Voice; a organização da tela Home não parece ter mudado; aparentemente não é possível configurar aplicativos de terceiros como padrão para ferramentas como navegadores ou clientes de e-mail; entre outros. Mas ei, sempre há espaço para melhorias.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail