Home > Notícias

Especialista afirma que Google copiou Java ao desenvolver o Android

Descoberta pode prejudicar a defesa da Google diante das acusações da Oracle de que a companhia teria infringido as patentes do Java.

IDG News Service

21/01/2011 às 18h28

Foto:

Um especialista em propriedade intelectual descobriu 43 casos em que, supostamente, a Google teria copiado o código Java sem permissão e utilizado em versões recentes da plataforma Android.

A descoberta pode prejudicar a defesa da Google diante das acusações da Oracle de que a gigante de buscas teria infringido as patentes do Java e outros materiais de sua propriedade.

"Tal descoberta pode ser muito proveitosa para a Oracle. Já para a Google, pode ser algo terrível”, escreveu Florian Mueller, que tem acompanhado a disputa de perto e examinado minuciosamente o código do Android.

Segundo Mueller, que é fundador do movimento NoSoftwarePatents, foram encontrados seis arquivos, entre eles um citado pela Oracle, por ser idêntico a arquivos Java. Todos foram encontrados no Android 2.2, chamado de Froyo, e Android 2.3, chamado de Gingerbread.

Outros 37 arquivos foram localizados no código do Android identificados com um aviso de que o código era de propriedade da Sun Microsystems, que foi adquirida pela Oracle no ano passado.

Embora existam pequenas diferenças entre o material usado pela Google e o Java original, Mueller constatou que as diferenças surgiriam por causa do descompilador utilizado no exame. Ao usar o aplicativo JAD e descompilar sete diferentes arquivos Java, ele descobriu que o resultado foi quase idêntico aos arquivos encontrados no Android.

A Google ainda não se pronunciou sobre os comentário de Mueller. 

Oracle x Android
Em agosto, a Oracle entrou com uma ação contra a Google, alegando que o sistema operacional Android violava os direitos autorais do Java, de sua propriedade após adquirir a Sun. Na época, a gigante de buscas declarou que o processo não tinha nenhum fundamento e negou a infração.

Se for comprovado que a Google infringiu a patente do Java, ela poderia ser obrigada a pagar uma taxa de licenciamento a Oracle por cada aparelho fabricado rodando a plataforma móvel. Uma alternativa seria repassar esse custo para as fabricantes, mas isso poderia tornar o sistema menos atrativo.

O Android, que cresceu em popularidade desde o ano passado, está sob ataque de muitas empresas. Outros processos relacionados com a plataforma incluem Apple contra HTC, a Microsoft contra a Motorola, e Gemalto contra Google, Motorola, HTC e Samsung.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail