Home > Notícias

Especialista explica problema com antena do iPhone 4

Usuários reclamam de perda de sinal especialmente quando seguram aparelho com a mão esquerda; Apple reconhece problema e diz que solução é comprar case

Computerworld / EUA

25/06/2010 às 16h10

Foto:

As informações sobre problemas com sinal de dados no novo iPhone 4 possuem realmente uma base, explicou um expert em hardware ouvido pelo Computerworld/EUA.

Ao final do dia de ontem (24/6), a Apple reconheceu que, dependendo da forma que você segurar o novo smartphone, pode intereferir no sinal, dificultando a realização e manutenção de ligações ou a conexão de dados.

“Segurar qualquer telefone vai resultar em alguma atenuação da performance de sua antena com alguns lugares sendo piores do que outros, dependendo da localização das antenas. Isso é algo para se conviver com qualquer telefone wireless”, afirma a Apple, em uma declaração enviada ontem, 24/6 à vários veículos de imprensa.

“Se você já experimentou isso no seu iPhone 4, evite segurá-lo na ponta esquerda mais baixa, de uma maneira que cubra os dois lados da faixa preta na faixa de metal ou simplesmente use um dos muitos cases disponíveis.”

Ontem começaram a circular informações na Web de que o iPhone 4 poderia perder sinal ou de que o indicador mostraria um sinal mais fraco, quando o smartphone fosse segurado de uma determinada maneira – especialmente se fosse pego com a mão esquerda.

Relatos de donos do novo iPhone confirmaram o problema de recepção, com mais de 360 mensagens postadas em um tópico no fórum de suporte da Apple para o iPhone 4.

“O sinal cai de 4 a 5 barras para “buscando por sinal...” quando eu o seguro na palma da minha mão ou cubro a linha no lado esquerdo inferior do telefone”, disse um usuário identificado como “yoshjosh”, no tópico. “Eu entendo que sinais de celular podem diminuir quando se cobre a antena, mas nunca vi algo assim tão sério, e não estou segurando o telefone de forma diferente das outras pessoas. Esse é um problema sério.”

iphone4.jpg

Novo iPhone 4 apresenta problemas de recepção quando é segurado pelos usuários

“Isso é certamente possível”, disse Aaron Vronko, CEO da Rapid Repair, uma empresa de consertos de iPhone, iPod e iPad. Vronko, que normalmente desmonta aparelhos da Apple para ter uma ideia de suas capacidades e de como eles são construídos, desmontou o iPhone 4 na quinta-feira, 24/6, algumas horas antes do smartphone chegar às lojas de varejo dos EUA.

Como Vronko explicou, segurar o iPhone de uma maneira específica pode interromper uma ou mais das duas antenas incorporadas à faixa de aço colocada na estrutura do aparelho. “Segurá-lo, especialmente se a sua pele estiver um pouco suada, pode atravessar uma ou mais antenas”, diz.

Como a Apple notou na declaração, o problema pode aparecer em qualquer telefone celular. Mas Vronko sustentou que o iPhone 4 – que coloca as duas antenas na parte externa da estrutura, em vez da parte interna, como eram os modelos anteriores 3G e 3GS – pode ser especialmente suscetível à diminuição de sinal.

“Nós somos, afinal de contas, seres cheios de água”, diz Vronko, “e é um fato que a água afeta sinais de rádio. Mas o alcance dessas antenas tem de ser preciso para capturar a faixa de energia desejada”.

A questão do lado esquerdo do problema de recepção também possui algum embasamento. A antena do lado esquerdo do iPhone lida com os sinais Wi-Fi e BlueTooth, enquanto a da direita recebe os sinais celulares. Segurar o iPhone 4 com a mão esquerda colocaria mais pele – quatro dedos – em contato com a lateral direita do aparelho.

Vronko afirmou que sua empresa está se preparando para testar a habilidade do iPhone 4 de obter e manter um sinal celular, e liberaria suas informações assim que a investigação estivesse completa.

Após desmontar o iPhone 4, a impressão de Vronko era, em sua maioria, favorável. “É significantemente mais sólido”, disse, se referindo a linha traseira de vidro e aço, que substitui os componentes de plástico dos modelos anteriores. “Deve ser capaz de absorver mais impacto.” Mas ele afirma que o vidro traseiro preocupa.

 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail