Home > Notícias

Steve Jobs era um cara extremamente complicado, diz roteirista de biografia

Em apresentação no evento D10, Aaron Sorkin também comparou filmes biográficos com pinturas e disse que quer "fazer justiça" com o cofundador da Apple

Macworld / Reino Unido

31/05/2012 às 11h20

Foto:

O filme biográfico da Sony Pictures sobre Steve Jobs não terá uma narrativa “que contará a vida toda”, afirma o roteirista da produção, Aaron Sorkin, que espera “fazer justiça com Steve Jobs”.

De acordo com o Apple Insider, Sorkin se apresentou nesta quarta-feira, 30/5, no evento D10, um dia após a conferência do CEO da empresa Tim Cook, e revelou que já começou a trabalhar no roteiro baseado na biografia autorizada de Jobs escrita por Walter Isaacson.

Sorkin, que também adaptou “A Rede Social”, disse que quer evitar a narrativa “cradle to grave”(que cobre toda a vida) que é uma prática comum na criação de um filme a partir de uma biografia. “Em vez disso, provavelmente vou identificar o ponto de fricção que tenha apelo para mim e escrever sobre isso”, disse.

O ganhador do Oscar pela história sobre o Facebook acredita que todas as adaptações de histórias reais para o cinema devem ser vistas “como uma pintura e não como uma fotografia”. 

Segundo Sorkin, Jobs era “um cara extremamente complicado, sei disso com certeza”. Ele também revelou que o estúdio ainda não encontrou um ator para viver o cofundador da Apple no filme.

Ao falar sobre a outra cinebiografia sobre Jobs com Ashton Kutcher no papel principal, Sorkin afirmou: “Steve Jobs é uma pessoa grande o bastante para que possam haver vários filmes sobre ele”.

“Penso que o que capturava a atenção do público sobre Steve Jobs é que ele fazia coisas. Certamente espero conseguir fazer justiça com Steve Jobs.”

biografiajobscapa_01.jpg

Aaron Sorkin espera "fazer justiça com Jobs" ao adaptar biografia autorizada (foto) do ex-CEO da Apple

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail