Home > Notícias

Estudante usa Facebook e serviço de backup para recuperar MacBook roubado

Mark Bao utilizou programa BackBlaze para descobrir página do ladrão na popular rede social e enviar dados para a polícia

PC World / EUA

25/03/2011 às 11h54

Foto:

O que você faria se fosse um calouro na faculdade e tivesse seu MacBook Air roubado? Além de ligar para seus pais e chorar, é claro.

O estudante da Bentley College e “empresário de tecnologia” Mark Bao, 18 anos, teve seu MacBook Air roubado no último mês de fevereiro. Ao contrário do que outros estudantes poderiam ter feito, Bao não descartou seu notebook como perdido para sempre (talvez ele tenha pensado nisso, já que comprou outro aparelho na mesma noite que foi roubado), tendo ido atrás do ladrão.

Usando o software de backup online BackBlaze, que havia instalado em seu laptop, Bao conseguiu visualizar o histórico de navegação da máquina e rastrear qualquer atualização no disco rígido. “Uau. Obrigado ao @Backblaze, acho que conseguirei descobrir quem roubou meu MacBook Air na faculdade. Fuçando no histórico do Safari!”, Bao publicou no Twitter em 19/3.

macbookair390

MacBook Air: ladrão usou a câmera do aparelho para tirar uma foto sua

Aparentemente a primeira coisa que o ladrão fez foi tirar uma foto de si mesmo usando o programa Photo Booth do Air. Bao descobriu essa pequena pérola e levou-a ao Twitter: “Uau. A primeira coisa que os ladrões de MacBooks fazem REALMENTE É tirar fotos no Photo Booth. Eu não pensei que eles fossem assim tão estúpidos”, escreveu depois em sua conta no microblog.

Depois da fotografia, Bao descobriu um vídeo que o ladrão havia feito de si mesmo dançando a música “Make it Rain”, do rapper americano Tyga. Bao subiu o vídeo para o Vimeo, conseguiu encontrar a página do “meliante” no Facebook (com o histórico do Safari) e então entregou tudo para a polícia.

Não é preciso dizer que o ladrão acabou se dando mal, já que devolveu o MacBook para a polícia e enviou uma nota de desculpas para Bao no Facebook (eles estudam no mesmo lugar e possuem até amigos em comum). Em entrevista ao jornal Daily Mail, Bao afirmou que não guarda ressentimentos do ladrão, pois “não tenho tempo nem paciência para isso. Existem coisas mais importantes na vida.”

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail